Proposta metodológica para análise de dados socioeconômicos e ambientais para planejamento e definição de políticas públicas

Conteúdo do artigo principal

Jefferson de Azevedo
Edison Dausacker Bidone
Manoel do Couto Fernandes
Carlos José da Fonseca Caride

Resumo

Este estudo emprega uma metodologia inédita e capaz de resolver os problemas de comparação dos dados de setores censitários entre distintas pesquisas populacionais. Seu objetivo é mostrar os procedimentos metodológicos adotados ao se estabelecer essa nova unidade de planejamento urbano, designada de aglomerados dos setores censitários (ASCs). Visa também aplicar essa metodologia a uma área de estudo, através do indicador de saneamento básico (domicílios particulares permanentes ligados à rede geral de água), calculado a partir de algumas variáveis dos censos demográficos de 1980, 1991 e 2000.

As respostas conseguidas nesse teste revelam que do ponto de vista espacial é possível, através dessa nova unidade de planejamento urbano, representar os dados dos diferentes censos demográficos realizados após 1980. A expectativa é de que também os dados georeferenciados de outras instituições e/ou estudos possam ser utilizados através dessa metodologia e, conseqüentemente, possibilitar a integração e o desenvolvimento de outros tipos de análises espaciais e temporais. Finalmente, os resultados mostram que a metodologia poderá se consolidar como uma importante ferramenta na utilização de informações georeferenciadas no planejamento e gestão territorial.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Detalhes do artigo

Como Citar
Azevedo, J. de, Bidone, E. D., Fernandes, M. do C., & Caride, C. J. da F. (2005). Proposta metodológica para análise de dados socioeconômicos e ambientais para planejamento e definição de políticas públicas. Cadernos EBAPE.BR, 3(4), 1 a 18. Recuperado de https://periodicos.fgv.br/cadernosebape/article/view/4946
Seção
Artigos