Aprendizagem como ato de participação: a história de uma comunidade de prática

Conteúdo do artigo principal

Ana Sílvia Rocha Ipiranga
Ricardo Bezerra de Menezes
José Lindoval Lima Matos
Gládia Lorena Lima Maia

Resumo

Comunidade de prática não é algo novo, mas recentemente tem recebido especial atenção por parte das organizações, mediante o incentivo à sua criação e desenvolvimento, como forma de gerir o conhecimento organizacional. Com foco no tópico “segurança da informação”, este artigo analisa a história de uma comunidade de prática de um banco federal. A aprendizagem é vista de uma perspectiva social que remete à interação, troca de experiências e diálogo. Dessa forma, as evidências empíricas do trabalho da comunidade de prática foram conseguidas através da narração de histórias de seus membros. Os dados foram coletados mediante entrevista temática e interpretados a partir da articulação de um instrumento de análise da narrativa. Pelo conflito que se estabeleceu na história da comunidade de prática examinada, é sugerido o suporte da empresa à sua dispersão. Portanto, o caso suscita questões a serem mais amplamente refletidas em estudos de outras comunidades.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Detalhes do artigo

Como Citar
Ipiranga, A. S. R., Menezes, R. B. de, Matos, J. L. L., & Maia, G. L. L. (2005). Aprendizagem como ato de participação: a história de uma comunidade de prática. Cadernos EBAPE.BR, 3(4), 1 a 17. Recuperado de https://periodicos.fgv.br/cadernosebape/article/view/4947
Seção
Artigos