O Repositório FGV de Periódicos e Revistas hospeda todas as publicações periódicas produzidas pela FGV e oferece acesso livre ao conteúdo integral dos artigos nelas publicados.

Para ver a lista de A a Z das revistas hospedadas, clique na letra correspondente:

Revistas

  • RAE-Revista de Administração de Empresas

    RAE-Revista de Administração de Empresas é publicada pela Escola de Administração de Empresas de São Paulo da Fundação Getulio Vargas (EAESP), foi lançada em maio de 1961 e, desde então, tem sua publicação ininterrupta.

    RAE é um periódico pioneiro, de vanguarda e vem se consolidando como uma publicação de referência no meio acadêmico-científico, destacando-se nos níveis mais altos de padrão de qualidade e rigor acadêmico, avaliada como A2 pelo Qualis/Capes. 

    RAE publica artigos inéditos, avaliados no sistema de avaliação triplo-cega. Todo o conteúdo é disponibilizado com acesso aberto. RAE não pratica taxa de submissão e publicação de artigo (APC-Author Processing Charge).

    Revista generalista na área de Administração de Empresas voltada a professores, pesquisadores e estudantes, RAE disponibiliza seu acervo completo para toda comunidade acadêmico-científica, com acesso aberto e sem restrições.

    RAE publica os artigos em fluxo contínuo, mensalmente, preservando a periodicidade bimestral.

    RAE está de acordo e assina a Declaracão de São Francisco sobre a Avaliação de Pesquisas (DORA):

    RAE adota ações de combate ao plagio e má conduta ética, alinhada às diretrizes do Committee on Publication Ethics (COPE).

    RAE é associada da ABEC - Associação Brasileira de Editores Científicos

    RAE adota a Licença de Atribuição BY do Creative Commons (https://creativecommons.org/licenses/by/4.0/) em todos os trabalhos publicados, exceto, quando houver indicação específica de detentores de direitos autorais.

  • Revista Acadêmica Observatório de Inovação do Turismo

    A Revista Acadêmica Observatório de Inovação do Turismo é uma iniciativa do Núcleo de Turismo, da Escola Brasileira de Administração Pública e de Empresas, da Fundação Getulio Vargas (FGV), em parceria com o Instituto Brasileiro de Turismo (Embratur), criada com o propósito de servir ao debate de temas relacionados à gestão pública e privada do turismo, orientados para o equilíbrio entre as abordagens teórica e prática.

    A Revista, editada semestralmente a partir de 2013, está dividida em três seções: artigos, estudos de caso e ensaios teóricos; resenhas de livros e entrevistas. Seu público-alvo é constituído por professores, pesquisadores, estudantes, profissionais e pessoas interessadas na literatura do turismo. A missão da revista é estimular a produção e disseminação de conhecimentos sobre turismo que possam contribuir para atividades acadêmicas e ações em organizações públicas e privadas.

    Esteve sob a responsabilidade da Fundação Getulio Vargas até o Vol. IX, No. 1 de 2015.

  • Revista Brasileira de Casos de Ensino em Administração

    GVcasos - Revista Brasileira de Casos de Ensino em Administração, editada desde 2011 pela Escola de Administração de Empresas de São Paulo da Fundação Getulio Vargas (FGV EAESP), é um periódico brasileiro pioneiro, o primeiro do Brasil especializado na publicação de casos de ensino.

    A missão da GVcasos é fomentar a produção e o uso de casos no ensino da Administração no Brasil, contribuindo para a democratização desse importante método de ensino-aprendizagem. A revista se apresenta como uma oportunidade de publicação qualificada para professores, pesquisadores e demais autores de casos, e ao mesmo tempo um repositório gratuito de casos de qualidade, disponíveis para uso por docentes de Administração em todo o País, especialmente aqueles sem acesso a bancos de casos pagos. A revista também contribui para a produção e circulação de casos nacionais de qualidade, focados na realidade de negócios brasileira.

    Tal missão está sintonizada aos objetivos da Fundação Getulio Vargas, criada em 1944 para preparar pessoal qualificado para a administração pública e privada do País.

    O público público-alvo da revista é formado por professores e alunos de cursos de Administração de Empresas, Administração Pública e áreas correlatas, seja em nível de graduação, pós-graduação, especialização ou educação continuada.

    Os trabalhos publicados passam pelo crivo da avaliação duplo-cega e pelo processo editorial da RAE Publicações.

    O conteúdo da GVcasos é composto de duas seções:

    • Conteúdo acessível de forma ampla, aberta e sem restriçoes: casos de ensino nas diversas áreas da Administração, disponíveis para o público em geral.
    • Conteúdo exclusivo para professores: formado pelas notas de ensino dos casos publicados na parte aberta. O acesso a esta parte é gratuito, mas controlado pela FGV EAESP.

    GVcasos conta hoje com 1300 professores assinantes com acesso às notas. Este número vem crescendo à ordem de 200 por ano. Isto significa que, a cada ano, duzentos novos professores, espalhados pelas mais diversas escolas de Administração no Brasil, passam a usar em suas aulas o material didático disponibilizado pela revista. Multiplique-se esse número de professores pelo de alunos atingido por cada um a cada ano, nos diferentes níveis de ensino, e ter-se-á uma aproximação do impacto da GVcasos.

    A periodicidade da GVcasos é semestral. Inicialmente publicada nos meses de abril e outubro, em 2020 passou a ser atualizada em sistema de fluxo contínuo, a fim de ganhar agilidade, diminuindo o tempo entre a submissão e a publicação.

  • Revista Brasileira de Economia

    Editor-chefe: Prof. Ricardo Cavalcanti
    Sala 1126
    Assistente - Vitor Souza
    Tel. +55 (21) 3799-5400

     

    A Revista Brasileira de Economia (RBE) é a mais antiga publicação de Economia do Brasil e a segunda mais antiga da América Latina. A RBE é uma revista generalista, dentro do universo de publicações acadêmicas de Economia. A revista publica artigos sobre as diversas áreas da ciência econômica, e qualquer tema e metodologia podem ser encontrados nas suas páginas, desde que estejam na fronteira do seu ramo de conhecimento, e se pautem pelo rigor e sofisticação que vêm desde o primeiro número. Observamos as seguintes estatísticas com respeito ao número de dias, em média, decorridos entre datas de submissão e aceitação final. Nos últimos quatro números: 195; nos últimos 12 números: 322.

  • Revista Brasileira de Finanças

     

    A Revista Brasileira de Finanças é a publicação oficial da Sociedade Brasileira de Finanças e visa o progresso e a disseminação do conhecimento sobre finanças no Brasil por meio da publicação de artigos técnicos em todos os campos da pesquisa em finanças e economia financeira. A Revista é indexada no EconLit/JEL, RedALyC, Portal Spell, Gale, Google Scholar, ProQuest e Fonte Academica, um recurso oferecido pela EBSCO Publishing . A revista consta dos diretórios do DOAJ, Periódicos Capes, OpenJGate, Latindex e Cabell's. A revista está classificada como A4 (ADM) e A4 (ECON).

  • Revista Brasileira de Transportes

    A Revista Brasileira de Transportes - RBT (ISSN 2764-3050) é uma publicação para difusão científica, vinculada ao FGV Transportes, centro de estudos e pesquisas em transportes, logística e mobilidade urbana da FGV.

    A RBT está sustentada na exposição de artigos científicos, em formato eletrônico, com periodicidade semestral, em consonância com o objetivo principal do FGV Transportes de atuar como protagonista no pensamento estratégico nos setores de transportes, logística e mobilidade urbana, de forma a contribuir com o desenvolvimento nacional, auxiliar empresas públicas e privadas em suas tomadas de decisão e subsidiar os governantes na formulação de políticas públicas e planos de ação.

    Dessa forma, o FGV Transportes, por intermédio da RBT, reforça o seu posicionamento nas áreas empresarial, pública, privada, e acadêmica, e pretende contribuir para a discussão crítica e o avanço dos temas técnico-científicos, permitindo a elevação dos padrões acadêmicos de valor prático.

  • Revista Conjuntura Econômica

    Lançada em novembro de 1947, a Revista Conjuntura Econômica já está há mais de meio século no mercado editorial. Acompanhando as mudanças e principais transformações que ocorreram no Brasil nesse longo período, a publicação é editada pelo Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getulio Vargas (IBRE/FGV), e se consolidou como a mais tradicional revista de economia do país.

    A Conjuntura Econômica leva ao leitor artigos e reportagens sobre macroeconomia, finanças, management e seguros, além de uma abrangente seção de estatísticas e índices de preços.

    Atenção: As duas edições mais atuais desta publicação são exclusivas para assinantes. Se você for um assinante, Clique aqui.

     
  • Revista de Administração Pública

    A Revista de Administração Pública (RAP) é publicada desde 1967, sem nenhuma interrupção, pela Escola Brasileira de Administração Pública e de Empresas da Fundação Getulio Vargas (FGV EBAPE). Trata-se da revista acadêmica trilíngue (português, inglês e espanhol) líder em Administração e Políticas Públicas no Brasil. Nos últimos anos vem atraindo relevantes contribuições de pesquisa de outras regiões do mundo, especialmente de países ibero-americanos.

    A RAP tem como missão principal publicar estudos de alta qualidade acadêmica na área de Administração e Políticas Públicas, explorando suas interfaces com Teorias Organizacionais, Ciência Política, Economia, Estudos Urbanos ou Relações Internacionais. Seu principal lócus empírico é o contexto brasileiro e, mais amplamente, ibero-americano, mas trabalhos de outros contextos também são bem-vindos. A RAP conta com ampla audiência de leitores acadêmicos e práticos e privilegia artigos que aproximem a teoria da prática.

    Buscando sua crescente internacionalização, a RAP conta com uma seleta equipe editorial internacional e nacional, reconhecida por sua relevância na área de Administração e Políticas Públicas.

    Título Anterior: Boletim do Centro de Pesquisas Administrativas da EBAP.

    Fluxograma

    Estatísticas

    Periodicidade

    Copyright | SEER/OJS

    Ficha catalográfica

    Indexações e Classificações

    A publicação recebe financiamento das seguintes instituições:

    • Fundação Getulio Vargas (FGV)
    • Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq)
    • Coordenação de Aperfeiçoamento do Nível Superior (Capes)       
  • Revista de Ciência Política

    A Revista de Ciência Política, criada em 1967, é uma publicação do Instituto de Direito Público e Ciência Política, da Fundação Getúlio Vargas. Traz assuntos políticos, jurídicos e sociais, conciliando o estudo dos problemas políticos e da ciência política. Estuda e analisa as instituições do Estado e a maneira como se comportam. A publicação da revista foi encerrada em 1990.

    Títuto Anterior: Revista de Direito Público e Ciência Política

  • Revista de Direito Administrativo

    A Revista de Direito Administrativo (RDA) é produzida pela Escola de Direito da Fundação Getulio Vargas do Rio de Janeiro (FGV Direito Rio). A edição e a distribuição são realizadas em parceria com a Editora FGV e a Editora Fórum. O periódico está vinculado ao Programa de Pós-graduação Stricto Sensu em Direito da Regulação da FGV Direito Rio - PPGD. Assim, além de manter a sua linha editorial tradicional, voltada à divulgação de ideias nas áreas de direito público e teoria do direito, também essenciais para uma compreensão ampla do fenômeno regulatório, a Revista traz artigos relacionados especificamente às linhas de pesquisa do próprio Programa: Governança regulatória, Instituições e Justiça e Economia, Intervenção e Estratégias Regulatórias.

    Como Revista do PPGD, a RDA pretende, fundamentalmente, incentivar a produção e divulgar estudos destinados à compreensão adequada dos diferentes aspectos por trás do exercício de atividades regulatórias e propor soluções para lidar com os problemas gerais e setoriais da regulação. Nesse contexto, a agenda de publicações da RDA não se resume à divulgação de trabalhos relacionados ao funcionamento de setores regulados, e ao papel do Estado na implementação de mecanismos de incentivo para orientar o comportamento de agentes econômicos, de modo a possibilitar o alcance de resultados desejáveis e a impedir a ocorrência de resultados indesejáveis.

    A riqueza da agenda regulatória também requer o enfrentamento de temas e problemas diversos, que igualmente inspiram a linha editorial da Revista, como, por exemplo, os que dizem respeito (i) ao papel do Estado na economia, (ii) aos programas e limites constitucionais que afetam e deveriam influenciar o desempenho das atividades estatais, (iii) à tomada de decisão regulatória e à interpretação de normas, (iv) ao controle da atividade regulatória, (v) aos arranjos institucionais atuais e às alternativas de modelo regulatório, (vi) à compreensão das diversas formas de diálogo entre o direito e a economia, (vii) às relações entre incentivos regulatórios e o desempenho de atividades empresariais, (viii) às diversas formas de interação entre órgãos reguladores e outros poderes, (ix) à estrutura das normas que concretizam opções regulatórias, (x) à dimensão política da regulação e à legitimidade democrática da ação regulatória, (xi) aos aspectos epistêmicos subjacentes às escolhas regulatórias e ao desenvolvimento de teorias sobre a intensidade de controle dessas escolhas, (xii) às estruturas de governança que favorecem a responsividade de agentes reguladores e regulados e (xiii) aos aspectos penais e tributários da regulação.

    A RDA é editada de forma contínua, desde 1945. Atualmente, a periodicidade é quadrimestral e a publicação ainda traz decisões das diversas instituições jurídicas brasileiras, contando com contribuições notáveis, no cenário nacional e internacional. Abaixo são elencadas as seis diretrizes principais que pautam a RDA:

    • O pluralismo de ideias, experiências, doutrinas, opiniões, teorias, jurisprudências e argumentações;
    • O estímulo à inovação, a originalidade do pensamento jurídico, sobretudo aquele que se fundamenta na realidade do direito brasileiro;
    • Uma realidade cada dia mais evidente: o crescente envolvimento entre o direito, a economia, a cultura e a política;
    • Abertura da RDA aos novos campos do saber jurídico, que já se delineiam como indispensáveis ao profissional de direito e favoritos na reflexão acadêmica neste começo de século XXI;
    • O compromisso da RDA com o fortalecimento da democracia, isto é, com a consolidação do Estado Democrático; e
    • O compromisso com o Estado de Direito.

    Missão: Conduzir as principais e atuais discussões sobre os diversos aspectos subjacentes ao fenômeno regulatório e, em uma perspectiva mais ampla, sobre o direito público e teoria do direito no Brasil, de maneira interdisciplinar, empírica e com alto padrão de qualidade.

    ISSN: 0034-8007 | EISSN: 2238-5177

  • Revista de Direito Público e Ciência Política

    A Revista de Direito Público e Ciência Política, criada em 1958, é uma publicação do Instituto de Direito Público e Ciência Política, da Fundação Getúlio Vargas. Traz assuntos políticos, jurídicos e sociais, conciliando o estudo dos problemas políticos e da ciência política, com problemas de técnica constitucional e normativos, com um programa doutrinário, informativo e crítico. A partir de 1967, continua como Revista de Ciência Política.

    Título Posterior: Revista de Ciência Política

  • Revista de Gestão dos Países de Língua Portuguesa

    Revista de Gestão dos Países de Língua Portuguesa (RGPLP) é uma publicação editada, desde 2019, pela Escola Brasileira de Administração Pública e de Empresas da Fundação Getulio Vargas (FGV EBAPE), Rio de Janeiro, Brasil.

    Tem periodicidade quadrimestral e assegura uma abordagem científica e de divulgação das diferentes áreas da Gestão: Estratégia, Marketing, Recursos Humanos, Turismo, Logística, Finanças, Contabilidade, Sistemas de Informação, entre outras.

    Contando com a participação de reputados autores originários dos países da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) e estrangeiros. O crescente número de colaboradores tem contribuído para que a revista se torne cada vez mais uma referência no mundo da língua portuguesa, e um espaço aberto às diferentes universidades e empresas propiciando oportunidade de publicar as suas investigações ou refletir as suas práticas. O periódico aceita contribuições nos idiomas português, inglês e espanhol.

    Anteriormente, a revista era denominada Revista Portuguesa e Brasileira de Gestão (RPBG), desde 2002, com base na parceria entre o INDEG-ISCTE e a FGV EBAPE, que, por sua vez, sucedeu à Revista Portuguesa de Gestão (RPG) lançada em 1985 pelo ISCTE.

  • Revista Debates GVsaúde

    A publicação do Debates GVsaúde busca trazer, anualmente, a transcrição de quatro eventos realizados pelo Centro de Estudos para debater a cada edição um tema de interesse para os gestores da Saúde.

    Os debatedores, em geral, são pesquisadores ou executivos conhecidos no setor, com experiência e envolvimento no temário proposto. O que se apresenta aqui não são textos acabados. Pelo contrário, são transcrições das falas dos convidados durante o evento, corrigidas por eles, num momento posterior e, então, editadas. Ou seja, não se trata de artigos preparados enquanto tal.

    Como tudo, este formato tem vantagens e desvantagens. A vantagem é a linguagem coloquial, que torna o material fácil de ler e de apreender o conteúdo da discussão. A desvantagem é que não se trata de uma publicação acadêmica ortodoxa.

  • Revista Direito GV

    A Revista Direito GV é uma publicação acadêmica da Escola de Direito de São Paulo da Fundação Getulio Vargas (FGV DIREITO SP) em formato on-line, de acesso aberto (ISSN online version 2317-6172) e que adota a modalidade de publicação contínua de artigos  (rolling publication) com periodicidade anual.

    A mantenedora da Revista Direito GV é a Escola de Direito de São Paulo da Fundação Getulio Vargas (FGV DIREITO SP). A revista é financiada com recursos dessa mesma instituição, com o intuito de disponibilizar livre e gratuitamente todo seu conteúdo acadêmico-científico.

     

    Foco e escopo

    Revista Direito GV publica artigos de direito ou de abordagem interdisciplinar, que resultem de pesquisas empíricas e teóricas em diálogo com os campos de pesquisa em direito e desenvolvimento, direito e sociedade e direito e economia. Sua missão é difundir resultados de pesquisas que adotem uma perspectiva de reflexão sobre o direito “em contexto” e um conceito de desenvolvimento que vai além da ideia de crescimento econômico, incorporando a promoção de liberdades e direitos fundamentais, a consolidação da democracia, a superação do passado colonial e das desigualdades, e o combate às variadas formas de opressão, tais como de raça, gênero e orientação sexual. Os artigos podem abordar o direito tanto a partir da descrição, observação, análise, diagnóstico, crítica e propositura de soluções para o funcionamento das instituições jurídicas quanto por meio de reflexões dogmáticas abertas ao contexto social e atentas às disputas sociopolíticas e econômicas que se dão por meio da gramática do direito.

    Os artigos devem ser inéditos (nacional ou internacionalmente) e originais. Por inéditos entendemos os artigos não publicados em nenhum outro meio impresso ou digital em português ou em idioma estrangeiro. Por originais entendemos os textos que inovam dentro do campo de pesquisa em que se inserem. A critério do Corpo Editorial, a revista poderá publicar artigos não inéditos de excepcional valor acadêmico.

    Dentro de seu escopo temático, a revista também publica resenhas inéditas de livros publicados nos últimos dois anos e traduções de textos de autores estrangeiros cuja difusão seja fundamental para o desenvolvimento da pesquisa acadêmica brasileira.

    Os artigos e as resenhas podem ser submetidos em português, em inglês e em espanhol. Com vistas à facilitação da difusão internacional dos trabalhos, incentiva-se a submissão de artigos em inglês, independentemente da nacionalidade dos autores. As traduções serão publicadas apenas em português.

    Os manuscritos submetidos não podem estar sob avaliação em outro periódico.

     

    Submissão

    A Revista Direito GV recebe artigos, resenhas e traduções em fluxo contínuo.

    Não são cobradas quaisquer taxas de submissão, avaliação ou publicação.

    Todas as submissões devem ser feitas por meio do sistema on-line ScholarOne Manuscripts, disponível em: https://mc04.manuscriptcentral.com/rdgv-scielo.

    Não serão aceitas submissões por e-mail ou quaisquer outros meios.

    Em caso de dúvidas sobre a submissão on-line, fale conosco pelo e-mail revistadireitogv@fgv.br.

     

    Revista Direito GV no SciELO e no site institucional da FGV DIREITO SP

    Os textos publicados na Revista Direito GV também estão disponíveis no SciELO e no site institucional da FGV DIREITO SP.

  • Revista Discente DIREITO GV - redGV

    A Revista Discente DIREITO GV é uma revista acadêmico-jurídica, organizada de forma independente pelo corpo discente da DIREITO GV, que objetiva incentivar a produção acadêmica de boa qualidade por parte de jovens estudantes e praticantes do Direito, o que abrange desde alunos de graduação até mestrandos, doutorandos e advogados em início de carreira, que se empenhem na produção acadêmica com rigor técnico-científico.

    Pretende-se publicar, semestralmente, artigos científicos relativos aos mais variados ramos do Direito, valorizando a inovação, a interdisciplinaridade e a consistência em seus conteúdos. O acesso à Revista Discente DIREITO GV pauta-se exclusivamente pelo critério da qualidade. Embora no número 1, lançado em dezembro de 2011 nas versões física e eletrônica, todos os artigos sejam de autoria de alunos da DIREITO GV, a partir da segunda edição a Revista está aberta a colaboradores oriundos das mais diversas instituições de ensino do Brasil.

    Esta publicação encontra-se atualmente suspensa

  • Revista do Programa de Direito da União Europeia

    A Revista do Programa de Direito da União Europeia constitui uma publicação semestral dos trabalhos de conclusão de curso selecionados por sua excelência entre os apresentados pelos alunos que cursaram o Módulo Europeu do Programa Jean Monnet de Direito da União Europeia da FGV Direito Rio.

    Todos os tópicos abordados demonstram que a Revista do Programa de Direito da União Europeia vem contribuir para o estudo do Direito da União Europeia no Brasil, favorecendo a difusão e pesquisa de temas relevantes e atuais cuja importância afigura-se crescente.

  • Revista Estudos Históricos

    Estudos Históricos é uma revista quadrimestral que, a cada número, trata de uma temática específica e tem como objetivo a publicação de trabalhos inéditos, com perspectiva histórica e perfil interdisciplinar, de pesquisadores da comunidade acadêmica nacional e internacional das áreas de História, Ciências Sociais e outros campos afins. Vinculada ao Programa de Pós-Graduação em História, Política e Bens Culturais (PPHPBC) do CPDOC/FGV, a revista é classificada como A1 no Qualis Capes na área de história e interdisciplinar.

    Os próximos temas já estão programados: "60 anos do golpe de 1964" e "Fome e alimentação na história"

    Como submeter?

    ISSN (versão online): 2178-1494

  • Revista FGV Online

    Revista FGV Online é uma publicação eletrônica semestral, criada sob a tutela do Programa FGV Online, parte integrante do Instituto de Desenvolvimento Educacional - IDE -, responsável por cursos desenvolvidos em parceria com as Escolas da Fundação Getulio Vargas.

    Trata-se de uma publicação voltada para temas relacionados à educação em geral e, mais especificamente, à educação a distância.

    Com a missão de divulgar o conhecimento que vem sendo gerado no ambiente global da educação a distância, a Revista FGV Online abre espaço para publicação de trabalhos acadêmico-científicos a autores e especialistas na área.

    Esta publicação foi descontinuada em março de 2015.

  • Revista Ibero-Americana de Estudos Legislativos

     A Revista Ibero-americana de Estudos Legislativos – RIEL – nasceu com o propósito de servir como um veículo de diálogo acadêmico para os pesquisadores voltados para o estudo do legislativo na América Latina. Ao dar ênfase à perspectiva de colaboração com redes de pesquisadores, desde a fundação da revista foi estabelecido um rodízio de instituições que trabalhariam na sua publicação e edição. Nesse regime de parceria, publicamos quatro números entre os anos de 2010 e 2015.

    Coube à Fundação Getúlio Vargas (FGV) a publicação das edições dos anos de 2012, 2014 e 2015.

    A partir do ano de 2018 a RIEL será hospedada no Instituto de Estudos Sociais e Políticos, da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (IESP-UERJ).

    Para mais informações leia a Carta ao Leitor.

    Para submissão de artigos e acesso aos novos números da revista, acessehttps://www.e-publicacoes.uerj.br/index.php/riel/

  • Revista Jurídica Profissional

    A Revista Jurídica Profissional foi idealizada pelo Mestrado Profissional da FGV Direito SP, que será responsável por sua curadoria. Trata-se de um veículo para disseminação de conhecimento jurídico aplicado, com ênfase em boas práticas e inovação, a partir da abordagem crítica de temas, questões e problemas de interesse dos profissionais do Direito.

    A revista terá formato eletrônico e periodicidade semestral. Serão publicados artigos inéditos com extensão média de 10 laudas.

    Para produção do conteúdo, espera-se contar com a colaboração de profissionais e acadêmicos de destaque em suas áreas de atuação. A participação poderá ser mediante convite ou submissão de artigos ao conselho editorial, que fará a seleção conforme a qualidade acadêmica, atualidade, relevância e potencial de impacto.

  • Revista Portuguesa e Brasileira de Gestão

    Em 2002, a Revista Portuguesa e Brasileira de Gestão (RPBG), sucedeu à Revista Portuguesa de Gestão (RPG), lançada em 1985 pelo ISCTE.

    A Revista Portuguesa e Brasileira de Gestão (RPBG), foi editada pelo Instituto para o Desenvolvimento da Gestão Empresarial (INDEG/ISCTE), em Lisboa, Portugal, em parceria com a Escola Brasileira de Administração Pública e de Empresas da Fundação Getulio Vargas (FGV EBAPE), do Rio de Janeiro, Brasil.

    Foi uma publicação com periodicidade trimestral assegurando uma abordagem científica e de divulgação das diferentes áreas da Gestão: Estratégia, Marketing, Recursos Humanos, Turismo, Logística, Finanças, Contabilidade, Sistemas de Informação, entre outras.

    Título posteriorRevista de Gestão dos Países de Língua Portuguesa (RGPLP).