Estudos de masculinidades: a crise masculina, a masculinidade hegemônica e a paternidade em Onde estão os ovos?, de Fabrício Carpinejar

Autores

  • Bruna Farias Machado Mestranda em Letras UFRGS

DOI:

https://doi.org/10.12660/rm.v7n11.2016.64777

Resumo

O presente artigo tem como objetivo analisar, sob o viés da masculinidade em suas diversas nuances, a crônica Onde estão os ovos? (2016), de Fabrício Carpinejar. Para fundamentar a análise, serão utilizados aportes teóricos que elucidam a representação estereotipada acerca da maternidade e paternidade (PRIORE, 2013), bem como a representação da “crise masculina” e da masculinidade hegemônica reforçadas na crônica, numa tentativa de desconstruir esses conceitos ainda presentes na atualidade, evidenciando, assim, a importância desses estudos para desconstruir o machismo institucionalizado que se expressa cotidianamente em nossa sociedade, mascarados, por vezes, como tentativa de humor.

 

Downloads

Publicado

20.11.2016