[1]
S. B. Rodrigues and R. C. R. de Sá, “Estrutura organizacional brasileira: aplicação do modelo de Aston e implicações metodológicas”, RAE, vol. 24, no. 4, pp. 158–174, Oct. 1984.