[1]
J. V. Monteiro, “Equívoco analítico & celebração do Plano Real”, Rev. Adm. Pública, vol. 44, nº 2, p. 271 a 282, dez. 2010.