Responsabilidade social empresarial: o processo de institucionalização em uma empresa ganhadora do prêmio SESI de qualidade no trabalho

Autores

  • Otiliana Martins
  • Augusto Cézar de Aquino Cabral
  • Maria Naiula Pessoa
  • Sandra Maria dos Santos
  • Vivianne Roldan

Resumo

Este artigo tem como objetivo investigar de que forma tem ocorrido o processo de institucionalização da responsabilidade social corporativa (RSC) na empresa Marisol, ganhadora do Prêmio SESI Qualidade no Trabalho. A pesquisa é descritiva, realizada mediante um estudo de caso, com entrevistas e questionários. Os resultados mostram que o processo de institucionalização tem ocorrido de forma gradativa, considerando-se enraizadas as duas primeiras fases, habitualização e objetivação. Mesmo sem haver resistência, o processo de institucionalização não ocorreu por completo. A empresa necessita sedimentar propostas mais abrangentes, em alinhamento aos objetivos estratégicos. Os principais fatores motivadores para a inserção na RSC foram a busca de diferencial competitivo e a preocupação com a imagem corporativa. A atuação da alta direção e da área de recursos humanos foi determinante no monitoramento e na disseminação das práticas de RSC. As mudanças ocorridas na empresa, em função das ações de RSC, foram consideradas de grande porte, com impactos marcantes, principalmente para o público interno.

 

Palavras-chave : Responsabilidade Social Empresarial; Institucionalização; QVT.

Downloads

Publicado

2013-04-28

Como Citar

MARTINS, O.; CABRAL, A. C. de A.; PESSOA, M. N.; SANTOS, S. M. dos; ROLDAN, V. Responsabilidade social empresarial: o processo de institucionalização em uma empresa ganhadora do prêmio SESI de qualidade no trabalho. Revista Portuguesa e Brasileira de Gestão, Rio de Janeiro, RJ, v. 12, n. 2, p. 75–87, 2013. Disponível em: https://periodicos.fgv.br/rbpg/article/view/21299. Acesso em: 12 jul. 2024.

Edição

Seção

Casos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)