Alto endividamento das famílias, com destaque para os mais pobres, é desafio para o próximo governo

Autores

  • Luiz Guilherme Schymura

Resumo

Com o nível recorde de 68,4 milhões de pessoas inadimplentes em setembro deste ano, de acordo com os dados do Serasa Experian, o superendividamento das famílias brasileiras virou tema de primeira linha no atual embate eleitoral. Em 2022, porém, o problema das dívidas das famílias ganhou dimensão ainda maior e buscar uma solução virou algo bem mais premente.

Downloads

Publicado

2023-02-17

Edição

Seção

Carta do IBRE