[1]
R. Hirschl, “O novo constitucionalismo e a judicialização da política pura no mundo”, Rev. Dir. Adm., vol. 251, p. 139–178, maio 2009.