História do Parque Estadual da Serra da Tiririca (RJ) e das percepções sobre o processo de institucionalização

Autores

  • Douglas de Souza Pimentel Faculdade de Formação de Professores da Universidade do Estado do Rio de Janeiro – São Gonçalo (RJ), Brasil.
  • Teresa Cristina Magro Lindenkamp Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz, Universidade de São Paulo – Piracicaba (SP), Brasil.

Palavras-chave:

Manejo; Parque; Relações sociedade e ambiente

Resumo

O presente texto enquadra-se na perspectiva da História Ambiental, quando analisa as relações sociais para a conservação ambiental no tempo e no espaço. O Parque Estadual da Serra da Tiririca (PESET) está em uma região de rica história, que baseou a sua feição socioambiental hoje observada. O artigo objetiva contar a história da institucionalização do PESET. Houve a pesquisa documental e entrevistas. Há visões positivas, relacionadas à mobilização política e a vigilância social. A ineficiência legal e administrativa determinou a sua precária institucionalização. Esse passivo histórico tem que ser gerido atualmente para que os erros do passado não se perpetuem.

Biografia do Autor

Douglas de Souza Pimentel, Faculdade de Formação de Professores da Universidade do Estado do Rio de Janeiro – São Gonçalo (RJ), Brasil.

Biólogo marinho e professor licenciado pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), mestre em Ecologia pela UFRJ e doutor em Recursos Florestais (Conservação de Ecossistemas) pela Universidade de São Paulo. Foi professor do estado do Rio de Janeiro, do Colégio Pedro II e da Universidade Federal Fluminense. Em 1997, ingressou na Universidade do Estado do Rio de Janeiro, na qual leciona disciplinas na área de ecologia e conservação para graduação em Ciências Biológicas, para o curso de Especialização em Educação Básica, bem como para o Programa de Pós- Graduação em Ensino de Ciências, Ambiente e Sociedade

Teresa Cristina Magro Lindenkamp, Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz, Universidade de São Paulo – Piracicaba (SP), Brasil.

Engenheira florestal com doutorado em Ciências da Engenharia Ambiental pela Universidade de São Paulo (USP). Professora de Manejo de Áreas Protegidas no Departamento de Ciências Florestais da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz da USP. Atua em planejamento de unidades de conservação e manejo do uso público em áreas naturais

Downloads

Publicado

2023-10-02