Avaliação Estratégica do Acesso a Oportunidades de Trabalho em Belo Horizonte

Autores

  • Renata Lúcia Magalhães de Oliveira Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais https://orcid.org/0000-0002-9011-2342
  • André Libânio Universidade Federal de Minas Gerai
  • Camila Garcia Universidade de Lisboa
  • Lucélia Raad Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais
  • Lilian Bracarense Universidade Federal do Tocantins
  • André Lopes Universidade de Fortaleza

DOI:

https://doi.org/10.12660/rbt.v1n1.2021.83086

Palavras-chave:

acessibilidade, mobilidade, acesso ao trabalho

Resumo

Este artigo tem como objetivo geral a compreensão da problemática da acessibilidade às oportunidades de trabalho e a sua relação com a mobilidade na cidade de Belo Horizonte. Para tanto, foi aplicado um método para avaliação, em nível estratégico, de problemas de distribuição desigual e inequânime de acessibilidade e mobilidade (GARCIA et al., 2018), fundamentado em técnicas de análise espacial e teorias éticas de justiça social. A metodologia consiste na caracterização das distribuições e diagnóstico dos problemas de acessibilidade e mobilidade a partir das relações entre fatores que contribuem para a conformação desses problemas e suas características. Para tanto, os indicadores selecionados foram submetidos a análises exploratórias, considerando abordagens não-espaciais e espaciais. Belo Horizonte apresenta distribuições desiguais e inequânimes da acessibilidade e da mobilidade às oportunidades de trabalho. Os níveis de acessibilidade ao trabalho são mais elevados na região central da cidade, onde há concentração de empregos e menores tempos de viagem em relação ao restante do município. Diferentemente, a mobilidade apresenta um padrão de distribuição espacial bastante disperso. Na fase de diagnóstico, foram delimitadas zonas críticas, sob o aspecto da distribuição desigual, a partir de parâmetros de suficiência para cada modo. Adicionalmente foram realizadas análises das relações entre acessibilidade e mobilidade e os atributos urbanos que contribuem para a distribuição desigual e inequânime de oportunidades. Os resultados deste trabalho podem subsidiar formulação e priorização de políticas públicas.

Downloads

Publicado

2021-03-29

Como Citar

Oliveira, R. L. M. de, Cunha Libânio, A. A., Soares Henrique Fontenele Garcia, C., Vaz Raad, L. V., dos Santos Fontes Pereira Bracarense, L., & Soares Lopes, A. . (2021). Avaliação Estratégica do Acesso a Oportunidades de Trabalho em Belo Horizonte. Revista Brasileira De Transportes, 1(1). https://doi.org/10.12660/rbt.v1n1.2021.83086