Rosários contra o comunismo

a atuação de Patrick Peyton e a Family Rosary Crusade no golpe militar de 1964

Autores

  • Isabella Villarinho Pereyra Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, RJ

Palavras-chave:

ditadura civil-militar, Catolicismo, Brasil: Guerra Fria; Brasil: Golpe de 1964; Brasil: Governo João Goulart

Resumo

O artigo apresenta a atuação do movimento católico Family Rosary Crusade (Cruzada do Rosário em Família) e do padre Patrick Peyton no Brasil a partir de uma perspectiva transnacional, evidenciando como a religião foi utilizada pelos Estados Unidos no combate ao comunismo na América Latina durante a Guerra Fria. Por meio da análise de jornais, documentos internos produzidos pelo governo americano e pela organização religiosa, investigo a atuação da Cruzada no país, quais as alianças estabelecidas com setores da sociedade brasileira e de que forma contribuíram para o Golpe Civil-Militar de 1964.

Biografia do Autor

Isabella Villarinho Pereyra, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, RJ

Doutoranda em História no Programa de Pós-Graduação em História Social da UFRJ e bolsista da Capes

Downloads

Publicado

2024-06-28 — Atualizado em 2024-07-04

Versões