A Amazônia na Rio+20: as discussões sobre florestas na esfera internacional e seu papel na Rio+20

Conteúdo do artigo principal

Joana Bezerra

Resumo

As florestas apresentam uma situação única e muitas vezes contraditória na esfera internacional. Tema transversal, inerente às principais discussões ambientais e sociais atuais, o regime de florestas não apresenta um documento internacional de leis vinculativas. A situação do tema na Rio+20 também foi contraditória, já que apesar de perpassar os temas discutidos, as florestas não fizeram parte da agenda oficial do evento. No entanto, o momento de mudanças vivido no Brasil contribuiu para que o tema, em particular a Amazônia, fosse exaustivamente discutido em eventos paralelos. Quatro questões dominaram o debate - a construção de Belo Monte, o desmatamento, as unidades de conservação e o código florestal -  evidenciando o papel central da Amazônia não apenas no Brasil, mas também na esfera internacional. O objetivo deste artigo é apresentar uma análise dessa qualidade singular do tema florestas na agenda ambiental internacional e o papel da Amazônia no encontro das Nações Unidas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Detalhes do artigo

Como Citar
Bezerra, J. (2012). A Amazônia na Rio+20: as discussões sobre florestas na esfera internacional e seu papel na Rio+20. Cadernos EBAPE.BR, 10(3), 533 a 545. Recuperado de https://periodicos.fgv.br/cadernosebape/article/view/5478
Seção
Artigos