Do assédio moral à violência interpessoal: Relatos sobre uma empresa júnior

Conteúdo do artigo principal

Renata de Almeida Bicalho Pinto
Ana Paula Paes de Paula

Resumo

O objetivo deste artigo é analisar a violência interpessoal vivenciada por sujeitos que atuam ou atuaram profissionalmente em uma empresa júnior (EJ). Para tanto, desenvolvemos um referencial teórico que apresenta e pondera sobre a teoria relativa ao assédio moral no trabalho. De modo sucinto, o assédio moral geralmente é caracterizado, nos Estudos Organizacionais, como condutas hostis, impróprias, repetitivas e prolongadas por meio de posturas, palavras, gestos e/ou situações humilhantes que envolvem o trabalhador, ou um grupo, durante a jornada de trabalho. Neste artigo, questionamos o conceito de assédio moral, que é intimamente relacionado à intencionalidade dos sujeitos, e, em contrapartida, propomos o conceito de violência interpessoal, isto é, o ato de agredir o sujeito física e/ou discursivamente e/ou por atitudes e/ou comportamentos prejudiciais, sejam propositais ou não. Em seguida, analisamos alguns relatos de violência interpessoal experienciadas por atuais ou ex-empresários juniores à luz desse conceito; realizamos uma pesquisa empírica de cunho qualitativo, na qual utilizamos a metodologia da história oral e analisamos os dados de acordo com a técnica hermenêutica/dialética. Constatamos que os tipos de violência relatados são, na maioria dos casos, naturalizados pelas próprias vítimas e pelo corpo social em decorrência de uma práxis tida como necessária para a incorporação do sujeito. Destacamos, ainda, o nítido imbricamento das categorias violência interpessoal e violência simbólica.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Detalhes do artigo

Como Citar
Bicalho Pinto, R. de A., & de Paula, A. P. P. (2013). Do assédio moral à violência interpessoal: Relatos sobre uma empresa júnior. Cadernos EBAPE.BR, 11(3), 340 a 355. Recuperado de https://periodicos.fgv.br/cadernosebape/article/view/7491
Seção
Artigos
Biografia do Autor

Renata de Almeida Bicalho Pinto, Professora assietnte da FACC/UFJF

Possui graduação em Administração de Empresas pela FEA/UFJF (2006) e mestrado em Administração pelo CEPEAD/UFMG (2009). Atualmente é professora assietnte da FACC/UFJF e doutoranda no CEPEAD/UFMG. Tem experiência na área de Administração, com ênfase em Estudos Organizacionais, atuando principalmente nos seguintes temas: poder, violência e diversidade nas organizações e no trabalho.

Ana Paula Paes de Paula, Professora Titular da FACE-UFMG

ossui bacharelado em Administração de Empresas pela Universidade de São Paulo (1994), mestrado em Administração Pública e Governo pela Fundação Getulio Vargas - SP (1998) e doutorado em Ciências Sociais pela Universidade Estadual de Campinas (2003). Atualmente é professora titular e pesquisadora do CEPEAD-UFMG, atuando como subcoordenadora do Núcleo de Estudos de Gestão Pública (NEGP) e do Núcleo de Estudos Organizacionais e Sociedade (NEOS). Trabalha principalmente com os seguintes temas: teoria crítica, psicanálise, subjetividade, autogestão, economia solidária, gestão pública, participação social, ensino e pesquisa em administração.