Análise do processo de implementação de reformas em organizações públicas: os casos do Poupatempo e do Detran -SP

Conteúdo do artigo principal

Dênis Alves Rodrigues
http://orcid.org/0000-0002-8162-7651
Gabriela Spanghero Lotta
http://orcid.org/0000-0001-5455-3557

Resumo

Este artigo tem como objetivo compreender o processo de implementação de reformas organizacionais no setor público, enfocando dois casos emblemáticos do governo do Estado de São Paulo: a estruturação do Poupatempo e a reforma do Detran.SP. Para tanto, baseando-se na literatura sobre implementação de políticas públicas, procura identificar as variáveis e determinantes que incidem sobre os processos de implementação de reformas organizacionais. Assim, foram analisados os objetivos, valores e princípios que as orientam, bem como elas são levadas a cabo a partir de diversas variáveis, como os atores, seu papel, perfil e atuação As categorias utilizadas para a análise permitiram identificar as variáveis que condicionam essas reformas, identificando questões comuns aos dois estudos e os elementos importantes para o seu sucesso.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Detalhes do artigo

Como Citar
RODRIGUES, D. A.; LOTTA, G. S. Análise do processo de implementação de reformas em organizações públicas: os casos do Poupatempo e do Detran -SP. Cadernos Gestão Pública e Cidadania, São Paulo, v. 22, n. 72, 2017. DOI: 10.12660/cgpc.v22n72.63589. Disponível em: https://periodicos.fgv.br/cgpc/article/view/63589. Acesso em: 19 maio. 2024.
Seção
Artigos
Biografia do Autor

Dênis Alves Rodrigues, Escola de Artes, Ciências e Humanidades da Universidade de São Paulo (EACH-USP)

GETIP - Grupo de Estudos em Tecnologias e Inovações na Gestão Pública (EACH-USP)

Gabriela Spanghero Lotta, Universidade Federal do ABC

Professora do Bacharelado de políticas públicas da UFABC