Feedback 360 graus nas agências reguladoras federais

Conteúdo do artigo principal

Marcus Vinicius Benfica Alves
Edson Keyso de Miranda Kubo
http://orcid.org/0000-0001-9017-2487
Gisele Cristina Marques
Marcia Rodrigues dos Santos Capellari
Eduardo de Camargo Oliva
http://orcid.org/0000-0002-7154-4852

Resumo

Este artigo tem como objetivo descrever o processo de avaliação de desempenho de servidores públicos das agências reguladoras federais denominado feedback 360 graus, sob a ótica da adaptação da prática ao contexto do Poder Executivo Federal. Foi utilizado o delineamento documental de pesquisa, em que a coleta de dados primários se deu mediante a utilização do Sistema Eletrônico do Serviço de Informação ao Cidadão (e-SIC). A análise dos dados decorreu do confronto entre a literatura existente e as particularidades da adaptação do instrumento ao objeto de estudo. Os resultados indicam que tal adaptação caracteriza-se pelo foco no monitoramento para o alcance de metas e resultados, em vez da priorização do desenvolvimento das carreiras dos avaliados. Aproxima-se, assim, mais das características dos métodos tradicionais de avaliação de desempenho que dos atributos inovadores do feedback 360 graus.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Detalhes do artigo

Como Citar
ALVES, M. V. B.; KUBO, E. K. de M.; MARQUES, G. C.; CAPELLARI, M. R. dos S.; OLIVA, E. de C. Feedback 360 graus nas agências reguladoras federais. Cadernos Gestão Pública e Cidadania, São Paulo, v. 22, n. 72, 2017. DOI: 10.12660/cgpc.v22n72.65656. Disponível em: https://periodicos.fgv.br/cgpc/article/view/65656. Acesso em: 19 maio. 2024.
Seção
Artigos
Biografia do Autor

Marcus Vinicius Benfica Alves, Universidade Municipal de São Caetano do Sul (USCS)

Mestrando em Administração pela Universidade Municipal de São Caetano do Sul (USCS)

Bolsista da FAPEAM – Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas.

Edson Keyso de Miranda Kubo, Universidade Municipal de São Caetano do Sul (USCS)

Doutor em Administração de Empresas pela Fundação Getulio Vargas-Escola de Administração de Empresas de São Paulo (FGV-EAESP); Professor do Programa de Pós-Graduação em Administração (PPGA)-Mestrado e Doutorado da Universidade Municipal de São Caetano do Sul (USCS).

Gisele Cristina Marques, Universidade Municipal de São Caetano do Sul (USCS)

Mestranda em Administração pela Universidade Municipal de São Caetano do Sul (USCS) 

Marcia Rodrigues dos Santos Capellari, Universidade Municipal de São Caetano do Sul (USCS)

Doutoranda em Administração pela Universidade Municipal de São Caetano do Sul (USCS); Professora do curso de Administração do Instituto Meridional (IMED- RS).

Eduardo de Camargo Oliva, Universidade Municipal de São Caetano do Sul (USCS)

Pós-Doutor e Doutor em Administração de Empresas pela Universidade de São Paulo (USP); Professor do Programa de Pós-Graduação em Administração (PPGA)-Mestrado e Doutorado da Universidade Municipal de São Caetano do Sul (USCS).