A agenda de pesquisa da burocracia de nível de rua no contexto da pandemia: Uma revisão integrativa

Conteúdo do artigo principal

Carlos Eduardo Guilarducci Fonseca
Magnus Luiz Emmendoerfer
Josiel Lopes Valadares

Resumo

A implementação das políticas públicas em situações de crise é um campo de estudo escasso, sobretudo no nível de rua, em que há a interação entre o Estado e o cidadão. A pandemia enquanto crise afetou a autonomia dos profissionais da linha de frente e moldou seu comportamento, sobretudo por fatores organizacionais e relacionais. Dessa forma, o estudo explora a agenda de pesquisa no contexto da pandemia disponível na base de dados da Web of Science, buscando compreender a sua influência para a implementação das políticas públicas no nível de rua, utilizando para esse fim o método de revisão integrativa. Adicionalmente, empreendeu-se entender de que forma o uso de softwares contribui com a análise dos dados, apontando suas vantagens e limitações. Para isso, utilizou-se o VOSviewer 1.6.17. Os principais resultados revelaram que contextos de crise como a pandemia influenciam profundamente a implementação das políticas públicas no nível de rua com impactos negativos para o atendimento do usuário. O trabalho possui limitações do recorte definido, que carece de avanços no número de dados analisados, mas contribui para a melhor compreensão da influência das crises para a implementação no nível de rua. Indicam-se investigações sobre as consequências emocionais da linha de frente e a abordagem da atuação durante a crise dos profissionais que lidam diariamente com situações de emergência, como os bombeiros e os profissionais de veículos móveis das redes de urgência e emergência médicas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Detalhes do artigo

Como Citar
GUILARDUCCI FONSECA, C. E.; EMMENDOERFER, M. L.; LOPES VALADARES, J. A agenda de pesquisa da burocracia de nível de rua no contexto da pandemia: Uma revisão integrativa. Cadernos Gestão Pública e Cidadania, São Paulo, v. 28, p. e85447, 2022. DOI: 10.12660/cgpc.v28.85447. Disponível em: https://periodicos.fgv.br/cgpc/article/view/85447. Acesso em: 18 maio. 2024.
Seção
Artigos

Referências

Araújo, C. A. (2006). Bibliometria: evolução histórica e questões atuais. Em Questão, 12(1), 131-148. Recuperado de https://seer.ufrgs.br/index.php/EmQuestao/article/view/16

Bonelli, F., Fernandes, A. S. A., Coêlho, D. B., & Palmeira, J. S. (2019). A atuação dos burocratas de nível de rua na implementação de políticas públicas no Brasil: uma proposta de análise expandida. Cadernos EBAPE.BR, 17(spe), 800-816. doi: 10.1590/1679-395177561 DOI: https://doi.org/10.1590/1679-395177561

Botelho, L. L. R., Cunha, C. C. de A., & Macedo, M. (2011). O método da revisão integrativa nos estudos organizacionais. Gestão e Sociedade, 5(11), 121. doi: 10.21171/ges.v5i11.1220 DOI: https://doi.org/10.21171/ges.v5i11.1220

Brodkin, E. Z. (2021). Street-level organizations at the front lines of crises. Journal of Comparative Policy Analysis: Research and Practice, 23(1), 16-29. doi: 10.1080/13876988.2020.1848352 DOI: https://doi.org/10.1080/13876988.2020.1848352

Cavalcanti, S., Lotta, G. S., & Pires, R. R. C. (2018). Contribuições dos estudos sobre burocracia de nível de rua. In R. Pires, G. Lotta, & V. E. Oliveira (Eds.), Burocracia e políticas públicas no Brasil: interseções analíticas (pp. 227-246). Brasília: Ipea, Enap.

Christensen, T., & Lægreid, P. (2020). Balancing governance capacity and legitimacy: how the norwegian government handled the COVID-19 crisis as a high performer. Public Administration Review, 80(5), 774-779. doi: 10.1111/puar.13241 DOI: https://doi.org/10.1111/puar.13241

Conforto, E. C., Amaral, D. C., & Silva, S. L. (2011). Roteiro para revisão bibliográfica sistemática : aplicação no desenvolvimento de produtos e gerenciamento de projetos. 8º Congresso Brasileiro de Gestão de Desenvolviemnto de Produto 2011, 1998, 1-12. Recuperado de: http://www.ufrgs.br/cbgdp2011/downloads/9149.pdf

Cox, R. H., Dickson, D., & Marier, P. (2021). Resistance, innovation, and improvisation: comparing the responses of nursing home workers to the COVID-19 pandemic in Canada and the United States. Journal of Comparative Policy Analysis: Research and Practice, 23(1), 41-50. doi: 10.1080/13876988.2020.1846994 DOI: https://doi.org/10.1080/13876988.2020.1846994

Creswell, J. W. (2010). Projeto de pesquisa: método qualitativo, quantitativo e misto. 2ª ed. Porto Alegre: Artmed.

Davidovitz, M., Cohen, N., & Gofen, A. (2021). Governmental response to crises and its implications for street-level implementation: policy ambiguity, risk, and discretion during the COVID-19 pandemic. Journal of Comparative Policy Analysis: Research and Practice, 23(1), 120-130. doi: 10.1080/13876988.2020.1841561 DOI: https://doi.org/10.1080/13876988.2020.1841561

De-la-Torre-Ugarte-Guanilo, M. C., Takahashi, R. F., & Bertolozzi, M. R. (2011). Revisão sistemática: noções gerais. Revista da Escola de Enfermagem da USP, 45(5), 1260-1266. https://doi.org/10.1590/S0080-62342011000500033 DOI: https://doi.org/10.1590/S0080-62342011000500033

Ferreira, V. R. S. & Medeiros, J. J. (2016). Fatores que moldam o comportamento dos burocratas de nível de rua no processo de implementação de políticas públicas. Cadernos EBAPE.BR, 14(3), 776-793. doi: 10.1590/1679-395129522 DOI: https://doi.org/10.1590/1679-395129522

Gofen, A., & Lotta, G. (2021). Street-level bureaucrats at the forefront of pandemic response: a comparative perspective. Journal of Comparative Policy Analysis: Research and Practice, 23(1), 3-15. doi: 10.1080/13876988.2020.1861421 DOI: https://doi.org/10.1080/13876988.2020.1861421

Gofen, A., Lotta, G., & Marchesini da Costa, M. (2021). Working through the fog of a pandemic: street-level policy entrepreneurship in times of crises. Public Administration, 99(3), 484-499. doi: 10.1111/padm.12745 DOI: https://doi.org/10.1111/padm.12745

Grácio, M. C. C. (2016). Acoplamento bibliográfico e análise de cocitação: revisão teórico-conceitual. Encontros Bibli: Revista Eletrônica de Biblioteconomia e Ciência da Informação, 21(47), 82-99. doi: 10.5007/1518-2924.2016v21n47p82 DOI: https://doi.org/10.5007/1518-2924.2016v21n47p82

Grant, M. J., & Booth, A. (2009). A typology of reviews: an analysis of 14 review types and associated methodologies. Health Information and Libraries Journal, 26(2), 91-108. doi: 10.1111/j.1471-1842.2009.00848.x DOI: https://doi.org/10.1111/j.1471-1842.2009.00848.x

Henderson, A. (2014). The critical role of street-level bureaucrats in disaster and crisis response. In R. W. Schwester (Ed.), Handbook of critical incident analysis (pp. 19-38). Nova York: Routledge.

Hupe, P., & Hill, M. (2007). Street-level bureaucracy and public accountability. Public Administration, 85(2), 279-299. doi: 10.1111/j.1467-9299.2007.00650.x DOI: https://doi.org/10.1111/j.1467-9299.2007.00650.x

Lima, L. L., & D’Ascenzi, L. (2017). O papel da burocracia de nível de rua na implementação e (re) formulação da Política Nacional de Humanização dos serviços de saúde de Porto Alegre (RS). Revista de Administração Pública, 51(1), 46-63. doi: 10.1590/0034-7612145223 DOI: https://doi.org/10.1590/0034-7612145223

Lima-Silva, F., Sandim, T. L., Magri, G. M., & Lotta, G. (2020). O nível de rua na pandemia: a percepção de profissionais da linha de frente da assistência social sobre a implementação de políticas. Revista de Administração Pública, 54(5), 1458-1471. doi: 10.1590/0034-761220200529 DOI: https://doi.org/10.1590/0034-761220200529

Lipsky, M. (2019). Burocracia de nível de rua: dilemas do indivíduo nos serviços públicos. Brasília: ENAP.

Lotta, G. S. (2008). Encontro de Administração Pública e Governança, 1-16.

Lotta, G. S. (2010). Implementação de políticas públicas: o impacto dos fatores relacionais e organizacionais sobre a atuação dos burocratas de nível de rua no Programa Saúde da Família. Tese, Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de: https://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8131/tde-20102010-120342/publico/2010_GabrielaSpangheroLotta.pdf

Lotta, G. S., Magri, G. M., Nunes, A. C., Benedito, B. S., Aliberti, C., Ribeiro, E. C., Silva, F. L., Thomazinho, G., Pereira, G., Miranda, J. R., Corrêa, M. G., Silveira, M. C., Krieger, M. G. M., Barcellos, T., & Santos, A. (2021). O impacto da pandemia de Covid-19 na atuação da burocracia de nível de rua no Brasil. Revista Brasileira de Ciência Política, (35), e243776. doi: 10.1590/0103-3352.2021.35.243776 DOI: https://doi.org/10.1590/0103-3352.2021.35.243776

Lotta, G. S., Nunes, A. C., Cavalcanti, S., Ferreira, D. D., & Bonat, J. (2018). Por uma agenda brasileira de estudos sobre implementação de políticas públicas. Revista do Serviço Público, 69(4), 779-810. doi: 10.21874/rsp.v69i4.2917 DOI: https://doi.org/10.21874/rsp.v69i4.2917

Malandrino, A., & Sager, F. (2021). Can teachers’ discretion enhance the role of professionalism in times of crisis? A comparative policy analysis of distance teaching in Italy and Switzerland during the COVID-19 pandemic. Journal of Comparative Policy Analysis: Research and Practice, 23(1), 74-84. doi: 10.1080/13876988.2020.1844544 DOI: https://doi.org/10.1080/13876988.2020.1844544

Matarazzo, G., Fernandes, A., & Alcadipani, R. (2020). Liderança e discricionariedade. Revista de Administração Pública, 54(4), 898-908. doi: 10.1590/0034-761220200178 DOI: https://doi.org/10.1590/0034-761220200178

Meza, O., Pérez-Chiqués, E., Campos, S. A., & Varela Castro, S. (2021). Against the COVID-19 pandemic: analyzing role changes of healthcare street-level bureaucrats in Mexico. Journal of Comparative Policy Analysis: Research and Practice, 23(1), 109-119. doi: 10.1080/13876988.2020.1846993 DOI: https://doi.org/10.1080/13876988.2020.1846993

Moura, E. C., Furtado, L., & Sobral, F. (2020). Epidemia de burnout durante a pandemia de Covid-19: o papel da LMX na redução do burnout dos médicos. RAE-Revista de Administração de Empresas, 60(6), 426-436. doi: 10.1590/S0034-759020200606 DOI: https://doi.org/10.1590/s0034-759020200606

Musheno, M., Musheno, B. V., & Austin, M. (2021). Exploring the prevalence and meaning of frontline work in the COVID-19 era: implications for policy analysis. Journal of Comparative Policy Analysis: Research and Practice, 23(1), 30-40. doi: 10.1080/13876988.2020.1846123 DOI: https://doi.org/10.1080/13876988.2020.1846123

Oliveira, J. A. P., Barabashev, A. G., Tapscott, C., Thompson, L. I., & Qian, H. (2021). The role of intergovernmental relations in response to a wicked problem: An analysis of the COVID-19 crisis in the brics countries. Revista de Administração Pública, 55(1), 243-260. doi: 10.1590/0034-761220200501 DOI: https://doi.org/10.1590/0034-761220200501

Organização Pan-Americana da Saúde. (2020, 30 de janeiro). OMS declara emergência de saúde pública de importância internacional por surto de novo coronavírus. Recuperado de https://www.paho.org/pt/news/30-1-2020-who-declares-public-health-emergency-novel-coronavirus

Organização Pan-Americana da Saúde. (2021, 01 de junho). OMS valida vacina contra COVID-19 da Sinovac para uso emergencial e emite recomendações de políticas provisórias. Recuperado de https://www.paho.org/pt/noticias/1-6-2021-oms-valida-vacina-contra-covid-19-da-sinovac-para-uso-emergencial-e-emite

Pérez-Chiqués, E., Strach, P., & Zuber, K. (2021). Competing emergencies: a policy analysis of the opioid epidemic during COVID-19. Journal of Comparative Policy Analysis: Research and Practice, 23(1), 85-94. doi: 10.1080/13876988.2020.1845568 DOI: https://doi.org/10.1080/13876988.2020.1845568

Prusty, S. K., & Mahapatra, D. (2021). Demand smoothing response by street-level bureaucrats (SLB) in delivering public services during COVID-19 scenario: A system dynamics modeling study. Journal of Public Affairs, 21(4), e2633. doi: 10.1002/pa.2633 DOI: https://doi.org/10.1002/pa.2633

Sampaio, R.F. & Mancini, M.C. (2007). Estudos de revisão sistemática: um guia para síntese criteriosa da evidência científica. Revista Brasileiro de Fisioterapia, 11(1), 83-89. doi: 10.1590/S1413-35552007000100013 DOI: https://doi.org/10.1590/S1413-35552007000100013

van Eck, N. J. & Waltman, L. (2017). Citation-based clustering of publications using CitNetExplorer and VOSviewer. Scientometrics, 111(2), 1053-1070. doi: 10.1007/s11192-017-2300-7 DOI: https://doi.org/10.1007/s11192-017-2300-7

Vanti, N. A. P. (2001). Da bibliometria à webometria: uma exploração conceitual dos mecanismos utilizados para medir o registro da informação e a difusão do conhecimento. Ciência da Informação, 31(2), 152-162. doi: 10.1590/S0100-19652002000200016 DOI: https://doi.org/10.1590/S0100-19652002000200016

Vidal, J. P. (2020). The COVID-19 pandemic and the state: is it emerging a new configuration of public administration. Cadernos EBAPE.BR, 18(4), 924-935. doi: 10.1590/1679-395120200098x DOI: https://doi.org/10.1590/1679-395120200098x

Vieira, D. A. P., Lemos, L. S., & Peixoto, M. A. (2021). PROEJA–educação de jovens e adultos: análises bibliométrica da produção cientifica da base de dados Web of Science utilizado a ferramenta VOSviewer. Brazilian Journal of Development, 7(5), 45583-45598. doi: 10.34117/bjdv7n5-125