Avanços teóricos do campo de conhecimentos da gestão social: Uma análise integrativa

Conteúdo do artigo principal

Gisleine do Carmo
Cristiane Aparecida da Silva
https://orcid.org/0000-0003-1594-2298
José de Arimatéia Dias Valadão
https://orcid.org/0000-0003-4113-8180
Vânia Aparecida Rezende
José Roberto Pereira
https://orcid.org/0000-0003-1570-2016

Resumo

O campo de conhecimentos da gestão social (GS), cuja cientificidade vem sendo construída e validada na academia brasileira, posiciona-se por meio de evidências empíricas e de uma construção teórica desde a década de 1990. Além disso, as pesquisas desenvolvidas sob a égide da GS têm se pautado em interlocuções com diversos temas e áreas de conhecimento. Assim, o presente
artigo apresenta uma síntese integrada dos artigos disponibilizados na base de dados Scientific Periodicals Electronic Library (SPELL), entre o período de 2010 a 2020. Analisou-se a evolução da GS, enquanto campo de conhecimentos, explorando conceitos, categorias teóricas, pressupostos epistemológicos e ontológicos e referenciais teóricos. Quando analisadas as categorias e aproximações teóricas da GS, foram identificados a esfera pública, o espaço social, a participação, a cooperação, o cooperativismo, a descentralização, a economia solidária, a sustentabilidade empresarial, a governança pública e a inovação social. No que tange à análise dos pressupostos epistemológicos e ontológicos do campo, foi possível perceber uma multiplicidade considerável de abordagens: teoria crítica habermasiana, teoria da estruturação, colonialidade de poder, ecologia, sociologia maffesoliana, sociologias das ausências e emergências de Boaventura de Sousa Santos, dicotomia fato × valor de Putnam, estratégia como prática e decolonialidade. Como resultado, fica claro o esforço do campo na resolução de incoerências e incompreensões que invalidam sua prática. Além disso, é manifesta a urgência das ações que a GS propõe, pois o modelo atual do mainstream reforça e eleva as disparidades sociais entre os grupos, impedindo a realização do bem comum.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Detalhes do artigo

Como Citar
DO CARMO, G.; DA SILVA, C. A.; VALADÃO, J. de A. D.; REZENDE, V. A.; PEREIRA, J. R. Avanços teóricos do campo de conhecimentos da gestão social: Uma análise integrativa. Cadernos Gestão Pública e Cidadania, São Paulo, v. 28, p. e86823, 2023. DOI: 10.12660/cgpc.v28.86823. Disponível em: https://periodicos.fgv.br/cgpc/article/view/86823. Acesso em: 14 abr. 2024.
Seção
Artigos

Referências

Abreu, J. C. A., Oliveira, V. C. S., & Kraemer, C. F. B. (2019). Uma análise de construtos teóricos sobre participação e gestão social. Desenvolvimento em Questão, 17(48), 34-51. https://doi.org/10.21527/2237-6453.2019.48.34-51 DOI: https://doi.org/10.21527/2237-6453.2019.48.34-51

Aguiar-Barbosa, A. P., & Chim-Miki, A. F. (2020). Evolução do conceito de gestão social (1990-2018): uma análise de copalavras. Cadernos Gestão Pública e Cidadania, 25(80), 1-22. https://doi.org/10.12660/cgpc.v25n80.80525 DOI: https://doi.org/10.12660/cgpc.v25n80.80525

Alcântara, V. C. (2015). Mundo-da-vida e sistema: o lócus da gestão social sob a abordagem habermasiana. [Dissertação de Mestrado em Administração]. Universidade Federal de Lavras.

Alcântara, V. C., Cabral, E. H. S., Muzy, P. T., & Oliveira, L. C. (2018). Em busca da cooperação na gestão social: evidências de uma categoria posta à coordenação de lógicas e espaços híbridos do terceiro setor. Revista de Gestão Social e Ambiental, 12(1), 38-55. https://doi.org/10.24857/rgsa.v12i1.1398 DOI: https://doi.org/10.24857/rgsa.v12i1.1398

Alcântara, V. C., Cabral, E. H. S., Muzy, P. T., & Pereira, J. R. (2017). Fatos, valores e o mundo-da-vida: argumentos epistemológicos para avaliação no âmbito da gestão social. Cadernos EBAPE.BR, 15(4), 808-830. https://doi.org/10.1590/1679-395155012 DOI: https://doi.org/10.1590/1679-395155012

Alcântara, V. C., & Pereira, J. R. (2017). O locus da gestão social no contexto das inter-relações e tensões entre mundo-da-vida (lebenswelt) e sistema (system). Organizações & Sociedade, 24(82), 412-431. https://doi.org/10.1590/1984-9240823 DOI: https://doi.org/10.1590/1984-9240823

Alcântara, V. C., Pereira, J. R., & Silva, A. F. (2015). Gestão social e governança pública: aproximações e (de)limitações teórico-conceituais. Revista de Ciências da Administração, 17(Ed. Esp.), 11-29. https://doi.org/10.5007/2175-8077.2015v17nespp11 DOI: https://doi.org/10.5007/2175-8077.2015v17nespp11

Araújo, E. T. (2012). (In)consistências da gestão social e seus processos deformação: um campo em construção. 2012. [Tese de Doutorado em Serviço Social]. Pontifícia Universidade Católica de São Paulo.

Assis, L. B., & Paes de Paula, A. P. (2014). Gestão social e bildung: reflexões sobre a importância da formação para a democratização no setor público. Administração Pública e Gestão Social, 6(2), 57-64. https://doi.org/10.21118/apgs.v6i2.4547 DOI: https://doi.org/10.21118/apgs.v6i2.592

Botelho, L. L. R., Cunha, C. C. A., & Macedo, M. (2011). O método da revisão integrativa nos estudos organizacionais. Gestão e Sociedade, 5(11), 121-136. https://doi.org/10.21171/ges.v5i11.1220 DOI: https://doi.org/10.21171/ges.v5i11.1220

Boullosa, R. F., & Schommer, P. C. (2008). Limites da natureza da inovação ou qual o futuro da gestão social? In: Encontro da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Administração, 32, Rio de Janeiro. Anais… Anpad. 1 CD ROM.

Boullosa, R. F., & Schommer, P. C. (2009). Gestão social: caso de inovação em políticas públicas ou mais um enigma de lampedusa? In: Encontro Nacional de Pesquisadores em Gestão Social, 3, Juazeiro/Petrolina. Anais... NIGS/UnivasF. 1 CD ROM.

Cançado, A. C. (2011). Fundamentos teóricos da gestão social. 146f. [Tese de Doutorado em Administração]. Universidade Federal de Lavras.

Cançado, A. C., & Pinheiro, L. S. (2016). Social management and social control: opportunities and challenges of direct participation. Amazônia, Organizações e Sustentabilidade, 5(2), 7-20. https://doi.org/10.17800/2238-8893/aos.v5n2p7-20 DOI: https://doi.org/10.17800/2238-8893/aos.v5n2p7-20

Cançado, A. C., Pereira, J. R., & Tenório, F. G. (2015). Gestão social: epistemologia de um paradigma. CRV.

Cançado, A. C., Tenório, F. G., & Pereira, J. R. (2011). Gestão social: reflexões teóricas e conceituais. Cadernos EBAPE.BR, 9(3), 681-703. https://doi.org/10.1590/S1679-39512011000300002 DOI: https://doi.org/10.1590/S1679-39512011000300002

Cançado, A. C., Tenório, F. G., & Pereira, J. R. (2022). Gestão social: epistemologia de um paradigma. 3. ed. MC&G Editorial.

Cançado, A. C., Villela, L. E., & Sausen, J. O. (2016). Gestão social e gestão estratégica: reflexões sobre as diferenças e aproximações de conceitos. Revista de Gestão Social e Ambiental, 10(3), 69-84. https://doi.org/10.24857/rgsa.v10i3.1179 DOI: https://doi.org/10.24857/rgsa.v10i3.1179

Cora, M. A. J., & Motta, R. G. (2019). Intersetorialidade e redes: a trajetória de Luciano Antonio Prates Junqueira na gestão social. Cadernos Gestão Pública e Cidadania, 24(79), 1-20. https://doi.org/10.12660/cgpc.v24n79.79946 DOI: https://doi.org/10.12660/cgpc.v24n79.79946

Felizardo, L. F., Pereira, A. L. C., Silva, J. K. L., & Pereira, J. R. P. (2021). Social Management: an international bibliometric analysis of the different uses for the term. In: Encontro Nacional de Pesquisadores em Gestão Social, 2021, Maceió (AL). Anais...

Freitas, A. F., Freitas, A. F., & Ferreira, M. A. M. (2016). Gestão social como projeto político e prática discursiva. Cadernos EBAPE.BR, 14(2), 278-292. https://doi.org/10.1590/1679-395136904 DOI: https://doi.org/10.1590/1679-395136904

Garcia, A. S., Pereira, J. R., Alcântara, V. C., & Cruz, E. S. T. (2018). Aprofundamento das esferas públicas para a gestão social: caminhos para uma reconstrução empírico-descritiva e normativa. Cadernos EBAPE.BR, 16(2), 163-185. https://doi.org/10.1590/1679-395160265 DOI: https://doi.org/10.1590/1679-395160265

Gil, A. C. (2008). Métodos e técnicas de pesquisa social. 6ª ed. Atlas.

Guerra, J. F. C., & Teodósio, A. D. S. S. (2014). Gestão social: aspectos que a aproximam dos domínios da Administração. Reuna, 19(3), 49-64. https://revistas.una.br/reuna/article/view/576

Justen, C. E., & Moretto Neto, L. (2012). Do economicismo à dialogicidade: as contribuições do paradigma da ecologia profunda e da noção de gestão social para a temática da sustentabilidade empresarial. Cadernos EBAPE.BR, 10(3), 736-750. https://doi.org/10.1590/S1679-39512012000300015 DOI: https://doi.org/10.1590/S1679-39512012000300015

Justen, C. E., Moretto Neto, L., & Garrido, P. O. (2014). Para além da dupla consciência: Gestão Social e as antessalas epistemológicas. Cadernos EBAPE.BR, 12(2), 237-251. https://doi.org/10.1590/1679-39519081 DOI: https://doi.org/10.1590/1679-39519081

Menon, I. O., & Coelho, F. S. (2019). Gestão social como campo do saber no Brasil: uma investigação de sua produção científica pela modelagem de redes sociais (2005-2015). Cadernos Gestão Pública e Cidadania, 24(79), 1-27. https://doi.org/10.12660/cgpc.v24n79.79851 DOI: https://doi.org/10.12660/cgpc.v24n79.79851

Monje-Reyes, P. (2011). Economía solidaria, cooperativismo y descentralización: la gestión social puesta en práctica. Cadernos EBAPE.BR, 9(3), 704-723. https://doi.org/10.1590/S1679-39512011000300003 DOI: https://doi.org/10.1590/S1679-39512011000300003

Oliveira, L. C., Cançado, A. C., & Pereira, J. R. (2020). Forma e espírito da gestão social: o relato de Celso Furtado na brigada internacional do trabalho – Iugoslávia 1947. Administração Pública e Gestão Social, 12(4), 1-16. https://doi.org/10.21118/apgs.v12i4.6034 DOI: https://doi.org/10.21118/apgs.v12i4.6034

Oliveira, V. A. R., Cançado, A. C., & Pereira, J. R. (2010). Gestão social e esfera pública: aproximações teórico-conceituais. Cadernos EBAPE.BR, 8(4), 613-626. https://doi.org/10.1590/S1679-39512010000400004 DOI: https://doi.org/10.1590/S1679-39512010000400004

Ostrom, E. (1990). Governing the commons: the evolution of institutions for collective action. Cambridge University Press. DOI: https://doi.org/10.1017/CBO9780511807763

Pacifico Filho, M., Borges, T. P., & Cançado, A. C. (2018). Gestão social: Fernand Braudel e a ampliação dos debates em torno de sua contextualização histórica. Desenvolvimento em Questão, 16(42), 124-156. https://doi.org/10.21527/2237-6453.2018.42.124-156 DOI: https://doi.org/10.21527/2237-6453.2018.42.124-156

Pacifico Filho, M., Cançado, A. C., & Borges, T. P. (2015). A sociologia de Michel Maffesoli e a gestão social: gerencie-me ou te devoro. Revista de Ciências da Administração, 17(Ed. Esp.), 30-44. https://doi.org/10.5007/2175-8077.2015v17nespp30 DOI: https://doi.org/10.5007/2175-8077.2015v17nespp30

Paiva, A. L., Alcântara, V. de C., Cruz, E. S. T., & Andrade, L. F. S. (2018). Em busca das práticas: contribuições epistemo-metodológicas das teorias da prática aos estudos da gestão social. Administração Pública e Gestão Social, 10(1), 34-44. https://doi.org/10.21118/apgs.v0i0.5172 DOI: https://doi.org/10.21118/apgs.v10i1.1365

Pereira, J. R., Cabral, E. H. S., & Pereira, J. R. (2015). Gestão Social e Governing the Commons: a cooperação como elo de convergência. Revista de Ciências da Administração, 17(43), 112-122. https://doi.org/10.5007/2175-8077.2015v17n43p112 DOI: https://doi.org/10.5007/2175-8077.2015v17n43p112

Peres Júnior, M. R., & Pereira, J. R. (2014). Abordagens teóricas da Gestão Social: uma análise de citações exploratória. Cadernos EBAPE.BR, 12(2), 221-236. https://doi.org/10.1590/1679-39519079 DOI: https://doi.org/10.1590/1679-39519079

Peres Júnior, M. R., Pereira, J. R., & Oliveira, L. C. (2013). Gestão Social sob a lente estruturacionista. Revista de Administração Mackenzie, 14(6), 18-49. https://doi.org/10.1590/S1678-69712013000600003 DOI: https://doi.org/10.1590/S1678-69712013000600003

Persson, E., & Moretto Neto, L. (2018). Discutindo a natureza ideológica dos delineamentos teóricos habermasianos e sua apropriação pela gestão social no campo da administração. Cadernos EBAPE.BR, 16(4), 578-593. https://doi.org/10.1590/1679-395167095 DOI: https://doi.org/10.1590/1679-395167095

Pimentel, M. P. C., & Pimentel, T. D. (2010). Gestão social: perspectivas, princípios e (de)limitações. In: VI Encontro de Estudos Organizacionais, 2010, Florianópolis. Anais... Anpad, 1. p. 1-16.

Pimentel, T. D. (2014). O espaço em situações de gestão: entre a gestão estratégica e a gestão social. Administração Pública e Gestão Social, 6(3), 141-150. https://doi.org/10.21118/apgs.v6i3.4601 DOI: https://doi.org/10.21118/apgs.v6i3.663

Pinho, J. A. G. (2010). Gestão Social: conceituando e discutindo os limites e possibilidades reais na sociedade brasileira. In A. S. Rigo, J. T. Silva Jr., P. C. Schommer & A. C. Cançado. Gestão social e políticas públicas de desenvolvimento: ações, articulações e agenda (pp. 21-52). Univasf.

Pinho, J. A. G., & Santos, M. E. P. D. (2015). Aporias em torno do conceito de Gestão Social: dilemas teóricos e políticos. Revista de Gestão, 22(2), 155-172. https://doi.org/10.5700/rege556 DOI: https://doi.org/10.5700/rege556

Schmitz Junior, S., Paixão, G. J., Meller, A. J., & Moretto Neto, L. (2014). O legado do pensamento de Alberto Guerreiro Ramos para a gestão social. Revista Gestão Organizacional, 7(3), 47-60. https://doi.org/10.22277/rgo.v7i3.1861 DOI: https://doi.org/10.22277/rgo.v7i3.1861

Silva, K. V., & Pacheco, A. S. V. (2018). Gestão social e inovação social organizacional: convergências e divergências teóricas. Revista Pensamento Contemporâneo em Administração, 12(2), 88-101. https://periodicos.uff.br/pca/article/view/11357 DOI: https://doi.org/10.12712/rpca.v12i2.1222

Silva, R. R. C. C., & Moretto Neto, L. (2016). A gestão social a partir do olhar crítico da sociologia das ausências e da sociologia das emergências de Boaventura de Sousa Santos. Administração Pública e Gestão Social, 8(1), 27-37. https://doi.org/10.21118/apgs.v1i1.4816 DOI: https://doi.org/10.21118/apgs.v1i1.911

Tenório, F. G. (1998). Gestão social: uma perspectiva conceitual. Revista de Administração Pública, 32(5), 7-23. https://bibliotecadigital.fgv.br/ojs/index.php/rap/article/view/7754

Tenório, F. G., & Araújo, E. T. (2020). Mais uma vez o conceito de gestão social. Cadernos EBAPE.BR, 18(4), 891-905. https://doi.org/10.1590/1679-395120200105 DOI: https://doi.org/10.1590/1679-395120200105

Tenório, F. G., Parra, F. L., & Tenório, G. M. (2022). Tem ancestralidade o conceito de gestão social? Estudios de la Gestión, 11, 17-44. https://doi.org/10.32719/25506641.2022.11.1 DOI: https://doi.org/10.32719/25506641.2022.11.1

Torraco, R. J. (2005). Writing integrative literature reviews: guidelines and examples. Human Resources Development Review, 4(3), 356-367. https://doi.org/10.1177/1534484305278283 DOI: https://doi.org/10.1177/1534484305278283