A trajetória institucional do programa nacional de formação em administração pública na Universidade Federal de Ouro Preto

Conteúdo do artigo principal

Breynner Ricardo de Oliveira
https://orcid.org/0000-0003-0956-4753
Maria Tereza Pena
Gustavo Adolf Fichter Filho

Resumo

Este artigo analisa a trajetória institucional do Programa Nacional de Formação em Administração Pública (PNAP) na Universidade Federal de Ouro Preto (Ufop) e a percepção dos alunos sobre a formação recebida. Ofertado na modalidade a distância dentro das ações da Universidade Aberta do Brasil por meio de uma rede de implementação multinível, o programa pretende formar pessoas que atuam ou tenham interesse na área. A metodologia de pesquisa envolveu: análise documental e dados das cinco turmas ofertadas entre 2009 e 2016 e sobre a turma de 2021; análise dos questionários virtuais enviados para os 242 alunos da turma de 2021 em dezembro de 2021 e julho de 2022; e entrevistas com quatro professores em função de gestão entre julho e agosto de 2022. Os dados foram analisados em quatro dimensões: perspectivas sobre a formação e inserção no campo profissional; tecnologias e o ambiente virtual de aprendizagem, Moodle; o desenho pedagógico: disciplinas e currículo; e a equipe polidocente: gestão pedagógica e acadêmico-administrativa. As análises revelaram que as elevadas taxas de evasão no PNAP na Ufop refletem o seu enfraquecimento, resultado dos sucessivos cortes em seu orçamento e das constantes mudanças nas regras para novas ofertas. Apesar de os discentes terem expectativas positivas de inserção no campo, os dados demonstraram que a percepção dos alunos sobre o curso e a formação piorou, o que pode ser reflexo do contingenciamento orçamentário, que reduz os incentivos à adesão e o aprimoramento das estratégias de formação das instituições.  

Downloads

Não há dados estatísticos.

Detalhes do artigo

Como Citar
RICARDO DE OLIVEIRA, B.; PENA, M. T.; FICHTER FILHO, G. A. A trajetória institucional do programa nacional de formação em administração pública na Universidade Federal de Ouro Preto. Cadernos Gestão Pública e Cidadania, São Paulo, v. 28, p. e88040 , 2023. DOI: 10.12660/cgpc.v28.88040. Disponível em: https://periodicos.fgv.br/cgpc/article/view/88040. Acesso em: 14 abr. 2024.
Seção
Fórum: Campo de Públicas no Brasil: avanços e perspectivas no ensino, na pesquisa e na extensão

Referências

Abbad, G., Zerbini, T., & Souza, D. B. L. (2010). Panorama das pesquisas em educação a distância no Brasil. Estudos de Psicologia, 15(3), 291-298. https://doi.org/10.1590/S1413-294X2010000300009 DOI: https://doi.org/10.1590/S1413-294X2010000300009

Abreu, J. C. A., Sanabio, M. T., & Mendonça, R. R. S. de. (2019). A aprendizagem experiencial no curso de administração pública PNAP/EaD: proposição de um laboratório aplicado de administração municipal (laam). https://repositorio.ufsc.br/handle/123456789/113244 DOI: https://doi.org/10.18264/eadf.v9i1.679

Branco, J. C. S. (2014). A formação de professores a distância no Sistema UAB: análise de duas experiências em Minas Gerais. Belo Horizonte.

Brasil (2014). Resolução MEC nº 1, de 13/01/2014. Institui as Diretrizes Curriculares Nacionais do Curso de Administração Pública. http://portal.mec.gov.br/index.php?option=com_docman&view=download&alias=14957-rces001-14&Itemid=30192

Brasil. Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). Censo da Educação Superior 2018: notas estatísticas. Brasília, 2019

Coelho, F. de S., Almeida, L. de S. B., Midlej, S., Schommer, P. C., & Teixeira, M. A. C. (2020). O campo de públicas após a instituição das diretrizes curriculares nacionais (DCNs) de administração pública: trajetória e desafios correntes (2015-2020). Administração: Ensino e Pesquisa, 21(3), 488-529. https://doi.org/10.13058/raep.2020.v21n3.1897 DOI: https://doi.org/10.13058/raep.2020.v21n3.1897

CRUZ, J. R.; LIMA, D. da C. B. P. (2019). Trajetória da educação a distância no Brasil: políticas, programas e ações nos últimos 40 anos. Jornal de Políticas Educacionais, 13(13) DOI: https://doi.org/10.5380/jpe.v13i0.64564

Demarco, J. D., Vieira, A. (2014). Programa Nacional de Formação em Administração Pública (PNAP): um balanço da implementação pela escola de administração da UFRGS. In XI Congresso Brasileiro de Ensino Superior a Distância, Florianópolis, 2014. Anais (pp. 2-15). Unirede.

Hill, M., & Hupe, P. (2003). Implementing public policy. 3ª ed. Sage.

Matland, R. E. (1995). Synthesizing the implementation literature: the ambiguity-conflict model of policy implementation. Journal of Public Administration Research and Theory, 5(2), 145-174. https://doi.org/10.1093/oxfordjournals.jpart.a037242 DOI: https://doi.org/10.1093/oxfordjournals.jpart.a037242

Mill, D. (2010). Sobre o conceito de polidocência ou sobre a natureza do processo de trabalho pedagógico na educação a distância. In D. Mill, L. R. de C. Ribeiro & M. R. G. de Oliveira (Eds.), Polidocência na educação a distância: múltiplos enfoques (pp. 23-40). EdUFSCAR.

Oliveira, B. R., Coelho, J. I. F., & Laudares, E. M. A. (2021). Educação a distância e políticas nacionais de formação de professores: evidências de implementação em uma perspectiva multinível. Education Policy Analysis Archives, 29(151), 1-22. https://doi.org/10.14507/epaa.29.5638 DOI: https://doi.org/10.14507/epaa.29.5638

Oliveira, B. R., & Daroit, D. (2020). Public policy networks and the implementation of the Bolsa-Família Program: An analysis based on the monitoring of school attendance. Education Policy Analysis Archives, 28(120), 1-27. https://doi.org/10.14507/epaa.28.4499 DOI: https://doi.org/10.14507/epaa.28.4499

Oliveira, P. R. de, Oesterreich, S. A., & Almeida, V. L. de. (2018). Evasão na pós-graduação a distância: evidências de um estudo no interior do Brasil. Educação e Pesquisa, 44, e165786. https://doi.org/10.1590/s1678-4634201708165786 DOI: https://doi.org/10.1590/s1678-4634201708165786

Pires, V., Silva, S. A. M., Fonseca, S. A., Vendramini, P., & Coelho, F. S. (2014). Campo de públicas no Brasil: definição, movimento constitutivo e desafios atuais. Administração Pública e Gestão Social, 6(3), 110-126. https://doi.org/10.21118/apgs.v6i3.4650 DOI: https://doi.org/10.21118/apgs.v6i3.719

Pires, V., Silva, S. A. M., Fonseca, S. A., Vendramini, P., & Coelho, F. S. (2017). Campo de políticas públicas no Brasil: definições, movimento constitutivo e desafios atuais. In P. Vendramini & L. S. B. Almeida (Eds.), Pioneirismo, renovação e desafios: experiências do campo de públicas no Brasil (p. 13-43). Editora Udesc.

PNAP (2018). Portal. https://educapes.capes.gov.br/handle/capes/392378

Soares, A. C. de C., & Ricardo, L. de F. G. (2018). Um panorama do PNAP/UEM estudo de caso da implementação da primeira turma EaD em Administração Pública. Notandum, (49), 1-20. https://doi.org/10.4025/notandum.v0i49.37508 DOI: https://doi.org/10.4025/notandum.v0i49.37508

Vedung, E. (2009). Public policy and program evaluation. Transaction.