O desafio da educação popular na luta pela reforma urbana: o exemplo do Espaço Criarte Mariana Crioula (ECMC) na Ocupação Manuel Congo (MNLM-RJ)

Autores

  • Laura Rêdes Instituto de Planejamento Urbano e Regional da Universidade Federal do Rio de Janeiro (IPPUR/UFRJ)
  • Vinícius Neves professor do ensino básico

DOI:

https://doi.org/10.12660/rm.v10n16.2019.79225

Palavras-chave:

reforma urbana, educação popular, Ocupação Manuel Congo, Espaço Criarte Mariana Crioula

Resumo

O presente artigo discorrerá sobre a avaliação da prática pedagógica do Espaço Criarte Mariana Crioula na Ocupação Manuel Congo (RJ) na perspectiva da luta pela Reforma Urbana. Não pretendemos realizar uma abordagem aprofundada sobre a Reforma Urbana e a Educação Popular, mas relacionar esses dois temas fundamentais com as ações do Movimento Nacional de Luta pela Moradia do Rio de Janeiro (MNLM-RJ), especificamente sobre o processo da consolidação da Ocupação Manuel Congo e a construção do núcleo de educação popular Espaço Criarte Mariana Crioula.

Biografia do Autor

Laura Rêdes, Instituto de Planejamento Urbano e Regional da Universidade Federal do Rio de Janeiro (IPPUR/UFRJ)

Geografia urbana/habitação

Downloads

Publicado

20.08.2019