Este novo ano da GVcasos começa com uma ótima notícia: a revista passou a fazer parte da lista Qualis / Capes, com uma avaliação B4. Essa conquista, a ser celebrada com nossos autores, revisores, leitores e membros do Comitê Científico, é fruto de um trabalho de três anos e reforça a visão da FGV-EAESP em oferecer um veículo exclusivo para publicação de casos de ensino à comunidade acadêmica brasileira, por meio da parceria entre RAE – Revista de Administração de Empresas e CEDEA – Centro de Desenvolvimento do Ensino e da Aprendizagem.

Sendo esta a primeira edição do ano, é momento também de apresentar um balanço dos números da revista no ano anterior. Foram submetidos 37 casos (quase o dobro dos 19 de 2011), dos quais 12 foram publicados, 16 rejeitados e 11 permanecem em processo de avaliação. O aumento de submissões permite que a revista se torne mais seletiva, progressivamente baixando sua taxa de aceitação.

É interessante notar que mesmo com o expressivo aumento no número de submissões, os prazos de avaliação dos casos publicados diminuíram de 142,1 para 96,1 dias, em média. Lembramos que todos estes casos passam por no mínimo uma rodada de avaliação (blind-review).

Dos casos rejeitados, ainda temos uma proporção considerável (42,9%) que é descartada por não se enquadrar nas diretrizes editoriais da revista, seja por ser um artigo acadêmico tradicional, uma descrição de um estudo de caso (ou seja, o caso enquanto método de pesquisa, não como ferramenta pedagógica) ou uma submissão incompleta (em geral, apenas o caso sem as notas de ensino).

Para terminar este balanço, nota-se que o número de assinantes da revista mais do que dobrou de um ano para o outro, chegando a 109 ao final de 2012. Lembramos que o acesso às notas de ensino dos casos publicados é restrito aos assinantes, e reforçamos o convite para que os professores interessados em usar os casos se cadastrem como assinante, caso ainda não o tenham feito.

Em relação a esta edição, trazemos casos que passam por muitos dos temas tradicionais da academia brasileira em administração, como finanças, posicionamento estratégico e expansão internacional. Além destes, temos um caso que discute uma situação envolvendo liderança e cultura organizacional, e outro ligado aos desafios de uma política pública na área de Tecnologia e Desenvolvimento – este em inglês e com links para vídeos, ajudando a ilustrar a realidade descrita no caso de forma mais viva ao leitor. A diversidade de estilos, tamanhos e narrativas, já característicos da revista, se mantém, refletindo a diversidade do comunidade acadêmica e atendendo a diferentes propósitos pedagógicos.

A todos, boa leitura e boas discussões em sala de aula!

Eduardo Diniz, editor chefe
Fernando Nogueira, editor adjunto
gvcasos.redacao@fgv.br

 

Publicado: 2013-01-01

Covered Bonds: uma alternativa viável?

Mauro Francisco de Andrade Filho, Leonardo Pagano, Ricardo Humberto Rocha

c1

Socorro! Onde estão os relatórios?

Mariana de Souza, Maria Alexandra Cunha

c2

A Internacionalização da B2W Companhia Global de Varejo

Tiago Barbosa Gloria, Angela da Rocha, Barbara Pagliari Levy

c3

The recent history of financial inclusion in Autazes

Rene Birochi, Jahan Ara Peerally, Marlei Pozzebon

c5