As Mudanças e Serviços em Bancos Comunitários e Moedas Locais no decorrer dos anos: o caso Banco dos Cocais em São João do Arraial (PI)

Conteúdo do artigo principal

Thamíres Dos Santos Donato
Allan Anjos dos Santos
André Shimizu
Tiago Couto Porto
https://orcid.org/0000-0003-0023-7801

Resumo

Esse trabalho tem como objetivo analisar o Banco dos Cocais, um banco comunitário localizado em São João do Arraial (PI) que gere a moeda do município (a moeda Cocal) e organiza diversas ações no campo da economia solidária, como a disponibilização de microcréditos e assistência técnica para cidadãos, comerciantes e produtores locais. A instituição existe a aproximadamente 15 anos e continua a interagir com diferentes públicos da cidade, os quais foram entrevistados para analisar suas percepções e críticas sobre o banco. Foram entrevistados funcionários, fundadores, comerciantes e representantes de movimentos sociais que, direta ou indiretamente, são afetados pelas ações do Banco. Esse estudo de caso contribui para a literatura de economia solidária, discutindo sobre as mudanças na sociedade oriundas dos avanços nas tecnologias bancárias como amplo acesso a internet e Pix, além das ocasionais mudanças da relação entre bancos comunitários e a sociedade. Através das entrevistas foi organizado uma cronologia dos fatos importantes do banco e como eles interagem com a realidade da cidade hoje, além dos novos serviços prestados pelo banco que ultrapassam a gestão da moeda local. O que se percebeu foi que, embora a moeda local tenha ocupado um papel importante para o desenvolvimento da cidade, o desenvolvimento de outros serviços ligados às demandas dos munícipes são importantes para a manutenção da relevância do banco na cidade. Elementos como a assistência aos pequenos empreendimentos, a proximidade dos cidadãos, o fornecimento de microcrédito e parceria com outras organizações se mostraram fundamentais para a manutenção do Centro dos Cocais.

Detalhes do artigo

Seção
Conexão Local