Perspectivas de carreira de jovens do ensino médio de escolas públicas: transgressão ou reprodução das condições sociais?

Conteúdo do artigo principal

Heliani Berlato
https://orcid.org/0000-0003-2480-8293
Luciano Mendes
https://orcid.org/0000-0002-6159-7184
Danilo Andretta
https://orcid.org/0000-0003-4139-6550

Resumo

O objetivo deste artigo foi analisar as perspectivas de carreiras dos jovens do ensino médio público de uma cidade do interior de São Paulo, no que tange aos aspectos sociais, familiares, educacionais e culturais. Para tanto, discutiu-se a carreira a partir de duas perspectivas: o sucesso e as indecisões inerentes a ela. Uma contribuição do artigo foi trazer para a discussão de carreira a teoria do sociólogo francês Pierre Bourdieu, que discute os limites do sistema educacional para a contribuição na carreira dos indivíduos. Realizou-se uma pesquisa quantitativa com 3.287 alunos do ensino médio de escolas públicas em uma cidade no interior do Estado de São Paulo. Após a coleta, os dados foram analisados a partir da Análise Fatorial Exploratória e da Análise de Agrupamentos. Foram encontrados seis agrupamentos de jovens do ensino médio das escolas públicas pesquisadas. Em termos de resultados, as diferenças que permitiram a constatação desses grupos foram mais vinculadas às reproduções familiares e das classes sociais do que necessariamente ao papel exercido pela escola.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Detalhes do artigo

Como Citar
Berlato, H., Mendes, L., & Andretta, D. (2020). Perspectivas de carreira de jovens do ensino médio de escolas públicas: transgressão ou reprodução das condições sociais?. Cadernos EBAPE.BR, 18(4), 865–876. https://doi.org/10.1590/1679-395120200102
Seção
Artigos