O processo de criação das telenovelas

Main Article Content

Lúcia Maria Bittencourt Oguri
Marie Agnes Chauvel
Maribel Carvalho Suarez

Abstract

Gestores das indústrias criativas têm de lidar com a imprevisibilidade e a incerteza em relação à demanda. Essa característica não impede que empresas desse setor procurem se engajar na busca de um conhecimento sobre seus consumidores e, a partir dele, articular o desenvolvimento de novos produtos. O presente trabalho procura investigar como a Rede Globo utiliza as informações que provêm dos telespectadores na elaboração das suas telenovelas. Trata-se de um estudo de caso, que lança seu foco sobre os tipos de informação e os meios pelos quais a empresa obtém feedback de seus consumidores; e sobre a estrutura e dinâmica organizacional que permite o uso dessas informações no desenvolvimento de suas novelas. Os resultados apontam para uma aderência ao modelo improvisacional proposto por Kamoche e Cunha (2001), onde uma estrutura mínima permite coesão e favorece a fl exibilidade para incluir modifi cações a partir da reação da audiência.

Downloads

Download data is not yet available.

Metrics

Metrics Loading ...

Article Details

How to Cite
OGURI, L. M. B.; CHAUVEL, M. A.; SUAREZ, M. C. O processo de criação das telenovelas. RAE - Revista de Administracao de Empresas , [S. l.], v. 49, n. 1, p. 38–48, 2009. Disponível em: https://periodicos.fgv.br/rae/article/view/36019. Acesso em: 14 jun. 2024.
Section
Forum