Relações entre regulação e controle na reforma administrativa e suas implicações no sistema de saúde brasileiro

Conteúdo do artigo principal

Ana Rita Barbieri
Virginia Alonso Hortale

Resumo

Este artigo discute os conceitos de controle, regulação e controle interno, relacionando-os com a problemática atual do processo da reforma administrativa brasileira, no que diz respeito ao setor saúde. Visando a contribuir para os debates sobre a melhoria da capacidade gerencial das organizações de saúde, o artigo aponta que há uma preocupação geral quanto ao processo regulatório do setor, em detrimento do desenvolvimento de atitudes de controle interno de gestão nas instituições de saúde. Os dois movimentos - regulação e controle interno - fazem parte do mesmo processo no que diz respeito à reforma administrativa proposta e que não é possível avançar plenamente em um sem o acompanhamento do outro, sob pena de limitar as possibilidades de ampliar a eficácia e eficiência das organizações de saúde.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Detalhes do artigo

Como Citar
Barbieri, A. R., & Hortale, V. A. (2002). Relações entre regulação e controle na reforma administrativa e suas implicações no sistema de saúde brasileiro. Revista De Administração Pública, 36(2), 181 a 193. Recuperado de https://periodicos.fgv.br/rap/article/view/6435
Seção
Artigos