Formação e aprendizagem pela prática: a força das relações de parentesco por consideração em uma organização de ensino superior

Conteúdo do artigo principal

Eduardo Davel
Jader C. de Souza-Silva

Resumo

Conhecimento, formação e capacidade de aprendizagem tornam-se características vitais das sociedades e das organizações contemporâneas que buscam prosperidade e perenidade. Todavia, formação e aprendizagem ainda são excessivamente consideradas como processos de transmissão linear, segmentada e formalizada. No intuito de complementar tal concepção, esta pesquisa explora uma abordagem prática e relacional da formação e da aprendizagem no contexto de uma organização de ensino superior que pode ser, simultaneamente, caracterizada como familiar e intensiva em conhecimento. Em tal contexto organizacional, a relação de parentesco aparece como um conceito-chave para entender o processo de formação e de aprendizagem pela prática. Implicações para a pesquisa e teoria são sugeridas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Detalhes do artigo

Como Citar
Davel, E., & Souza-Silva, J. C. de. (2005). Formação e aprendizagem pela prática: a força das relações de parentesco por consideração em uma organização de ensino superior. Revista De Administração Pública, 39(1), 43 a 68. Recuperado de https://periodicos.fgv.br/rap/article/view/6560
Seção
Artigos