Planejamento estratégico em ONGs e sustentabilidade econômico-financeira: o caso da Casa de Passagem

Conteúdo do artigo principal

Jacyra Maria da Conceição Bezerra
Maria Arlete Duarte de Araújo

Resumo

Em um contexto de grandes mudanças tecnológicas, econômicas, culturais e sociais, as ONGs têm sido desafiadas a se fortalecer institucionalmente como condição para a sua sustentabilidade. O objetivo deste artigo é avaliar a contribuição do plano estratégico implementado na Casa de Passagem para a viabilização da sua sustentabilidade. A Casa de Passagem é uma ONG que tem por missão a promoção de direitos de crianças e adolescentes, com base em uma proposta de formação que resulte em cidadãos politicamente ativos. O enfoque metodológico empregado na pesquisa apresentada neste artigo é o de uma pesquisa descritiva, utilizando dados coletados em entrevistas estruturadas e em registros contábeis. O resultado da análise dos dados permitiu a descrição da situação econômico-financeira e pode-se afirmar que a sustentabilidade financeira da instituição, por depender estrategicamente de donativos públicos e internacionais, está comprometida, caso não sejam adotadas estratégias que gerem recursos próprios e que permitam dar prosseguimento à efetivação de seus objetivos sociais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Detalhes do artigo

Como Citar
Bezerra, J. M. da C., & Araújo, M. A. D. de. (2004). Planejamento estratégico em ONGs e sustentabilidade econômico-financeira: o caso da Casa de Passagem. Revista De Administração Pública, 38(5), 799 a 816. Recuperado de https://periodicos.fgv.br/rap/article/view/6754
Seção
Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)