Capacidades estatais para políticas de infraestrutura no Brasil contemporâneo

Conteúdo do artigo principal

Alexandre de Ávila Gomide
Ana Karine Pereira

Resumo

O texto tem como objetivo discutir as capacidades do Estado brasileiro, notadamente do Poder Executivo Federal, para produzir políticas de infraestrutura eficientes que entreguem os benefícios esperados e obtenham o apoio (ou o consentimento) dos grupos sociais impactados. Argumenta-se que a profissionalização e a qualificação técnica existentes na burocracia pública do governo federal são constrangidas pela baixa autonomia e coesão intragover­namental. Igualmente, as relações da burocracia com a sociedade local, os representantes dos entes federativos e as agências de controle são precárias. Tal situação constitui-se em barreira para a eficiência e legitimidade da ação estatal no setor.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Detalhes do artigo

Como Citar
Gomide, A. de Ávila, & Pereira, A. K. (2018). Capacidades estatais para políticas de infraestrutura no Brasil contemporâneo. Revista De Administração Pública, 52(5), 935–955. Recuperado de https://periodicos.fgv.br/rap/article/view/76976
Seção
Artigos