Contrato - Prorrogação tácita - Ilegalidade

Autores

  • Marcos Vinicios Villaça

DOI:

https://doi.org/10.12660/rda.v201.1995.46602

Resumo

- Prorrogação tácita de contrato administrativo equivalendo a contrato verbal é nula de pleno direito.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

1995-07-01

Como Citar

Villaça, M. V. (1995). Contrato - Prorrogação tácita - Ilegalidade. Revista De Direito Administrativo, 201, 307–311. https://doi.org/10.12660/rda.v201.1995.46602

Edição

Seção

Tribunal de Contas