Art. 22 da LINDB - Acabou o romance: reforço do pragmatismo no direito público brasileiro

Autores

  • Eduardo Jordão FGV Direito Rio

DOI:

https://doi.org/10.12660/rda.v0.2018.77650

Palavras-chave:

idealismo, pragmatismo, contextualismo, direito público, sanções administrativas, gestão pública, dificuldades, obstáculos, idealism, pragmatism, contextualism, public law, administrative sanctions, public management, difficulties, obstacles

Resumo

Article 22 of LINDB - The end of romance: reinforcement of pragmatism in Brazilian public law

 

O autor argumenta que o art. 22 da LINDB combate o idealismo dominante no direito brasileiro e exige do intérprete maior atenção às circunstâncias fáticas e jurídicas que impactam a atuação administrativa e podem limitá-la. Os comentários ao artigo buscam ainda afastar algumas leituras equivocadas sobre os seus termos, esclarecendo as suas hipóteses de aplicação.

 

The author argues that article 22 of the Brazilian Legal Norms Introductory Statute fights the dominant idealism in Brazilian law and demands from the legal interpreter greater attention to the factual and legal circumstances that impact administrative action. The paper also aims at setting aside some misleading readings of the article and clarifying its hypotheses of application.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Eduardo Jordão, FGV Direito Rio

Professor da FGV Direito Rio. Doutor pelas Universidades de Paris (Sorbonne) e de Roma (Sapienza). Mestre pelas Universidades de Londres (LSE) e de São Paulo (USP). Pesquisador visitante na Yale Law School e em Institutos Max Planck.

Downloads

Publicado

2018-11-23

Como Citar

Jordão, E. (2018). Art. 22 da LINDB - Acabou o romance: reforço do pragmatismo no direito público brasileiro. Revista De Direito Administrativo, 63–92. https://doi.org/10.12660/rda.v0.2018.77650